Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bruno Senna sente falta de ritmo em treino e prevê: ‘vai ser dureza’

Por Da Redação 21 abr 2012, 12h06

Depois de pontuar nas duas últimas etapas do Mundial-2012, Bruno Senna começa o Grande Prêmio do Bahrein, marcado para as 9 horas (de Brasília) de domingo, apenas na 15colocação. Ele sentiu a falta de ritmo do carro da Williams no Sakhir e previu uma prova difícil.

‘Era tudo que o carro tinha para dar. Falta um pouquinho de ritmo de qualificação aqui e vamos ver a corrida. Vai ser dureza. A pista é dura com os pneus, então vamos ter que fazer uma boa estratégia’, disse o piloto à TV Globo sobre o circuito com areia, vento e asfalto abrasivo.

‘Não será fácil partir de onde estou e com carros muito iguais à minha frente. Como sempre, temos de procurar um compromisso de acerto que faça os pneus durarem o máximo possível. Espero que a gente faça as escolhas certas’, acrescentou o piloto da Williams.

Senna foi obrigado a ceder seu carro para o finlandês Valtteri Bottas, piloto reserva, na primeira sessão de sexta-feira, como de costume. Um problema elétrico na segunda parte atrasou o começo das atividades do brasileiro, que fechou o dia com o menor número de voltas completadas entre os competidores.

Desta forma, Senna usou o último treino livre, já neste sábado, para fazer experiências tanto para a sessão classificatória quanto para a corrida. Compensar o menor tempo de pista em um campeonato mais apertado que os anteriores tem sido o grande desafio do brasileiro no início do campeonato.

‘Fiz o possível para entrar na última parte do treino. Gostei do equilíbrio do carro, mas os tempos estão incrivelmente apertados aqui e qualquer pequeno detalhe faz toda a diferença em termos de posições’, lembrou Senna, que parte à frente do venezuelano Pastor Maldonado, seu companheiro, punido com a perda de cinco posições e vítima de problemas com o Kers.

O alemão Sebastian Vettel (Red Bull) conquistou a pole position, seguido pelo inglês Lewis Hamilton (McLaren) e pelo australiano Mark Webber (Red Bull). Assim como o compatriota Bruno Senna, Felipe Massa (Ferrari) teve performance discreta e parte no 14lugar.

Continua após a publicidade
Publicidade