Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bruno Senna lamenta desempenho na Índia: ‘Decepcionante’

O brasileiro Bruno Senna foi apenas o 14no treino classificatório deste sábado, para o Grande Prêmio da Índia, no próximo domingo. Depois de sair das pistas, o piloto da Lotus Renault disse estar desapontado e que as atualizações da equipe não deram certo no circuito de Buddh.

‘Definitivamente, foi decepcionante. A pista evoluiu desde de manhã (treino livre) e as mudanças que foram feitas no carro me levaram, creio, para a direção errada. Tive muitas dificuldades com o balanço e paguei o preço por isso. Acho que a evolução da pista combinou melhor com os outros carros, mas talvez estaremos melhor amanhã na largada, particularmente quando estivermos com o tanque cheio’, disse.

Senna ainda contou que se sentiu mais confortável de manhã, quando a pista estava mais suja de poeira. ‘Bruno noticiou que o balanço não estava perfeito. Ele disse que o carro estava muito de frente. Talvez a pista estivesse um pouco suja no início da sessão, mas certamente ficou limpa e estou surpreso que não ficou mais fácil’, ressaltou Alan Permane, diretor de operações da equipe.

Já Vitaly Petrov, que será punido em cinco posições em função de uma batida em Michael Schumacher, na Coreia do Sul, frisou que, mesmo com o 16lugar nos tempos, saiu satisfeito de Buddh. Ele chegou a cravar a melhor marca na primeira parte da classificação.

‘Foi uma sensação ótima estar no topo da classificação no fim do Q1 e isso é completamente justificável. Naquele momento, nosso ritmo era muito bom’, explicou. ‘Não fui capaz de melhorar meu tempo no Q2, porque cometi pequenos erros nas últimas curvas. Combinado com o fato que o tempo das outras equipes melhoraram, essas foram as razões para eu não ir ao Q3’, concluiu.