Clique e assine com 88% de desconto

Bruno Senna culpa pneus por ritmo lento em corrida

Por Da Redação - 10 jun 2012, 21h24

Por AE

Montreal – Bruno Senna culpou os pneus pelo ritmo fraco apresentado no GP do Canadá de Fórmula 1, neste domingo. Para o brasileiro, os compostos supermacios atrapalharam a performance de sua Williams na abrasivo pista do circuito Gilles Villeneuve, em Montreal.

“Eu não sei o que aconteceu. Com aquele jogo de pneus (supermacios) eu simplesmente era muito lento”, afirmou, ao justificar sua dificuldade no início da prova. “Para a estratégia de um pit stop só funcionar eu deveria ser muito cuidadoso com os pneus no começo”.

A estratégia de uma parada, contudo, não funcionou. Bruno chegou a ganhar bom ritmo depois de trocar os pneus, na 23ª das 70 voltas, mas os compostos não aguentaram bem o desgaste até o fim. “Com os pneus macios, não era ruim. Mas o estrago já havia sido feito”, afirmou o piloto, que largou em 16º e chegou em 17º.

Publicidade

“Foi uma corrida difícil. Agora temos que aprender com as informações para fazer uma melhor em Valência”. O circuito espanhol receberá o GP da Europa, próxima etapa da F1, no dia 24.

Publicidade