Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bruno Senna admite culpa em sexta-feira frustrante no Canadá

O brasileiro Bruno Senna viveu uma sexta-feira frustrante nos treinos livres para o Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1. Ele envolveu-se em um acidente na segunda atividade do dia e admitiu sua culpa no ocorrido, em que bateu com força na barreira de proteção de pneus após perder o ponto de freada da curva nove.

‘Acho que exagerei um pouco. Os danos foram grandes, mas não preocupam. Os mecânicos vão colocar o carro em condições para os treinos do sábado sem maiores problemas’, disse Bruno Senna, que bateu a 40 minutos do fim do treino no circuito de Montreal.

O acidente na atividade da tarde apenas coroou um dia frustrante para o brasileiro. O sistema de asa traseira móvel de sua Williams não funcionou no primeiro treino e ele optou por utilizar a sessão para se readaptar ao circuito, em que não correu na temporada passada. Como resultado, foi apenas o 21colocado da tabela de tempos.

‘Como o DRS estava praticamente inoperante, andei com bastante combustível por toda a manhã, já que não fazia sentido tirar o combustível se o carro não estava bem balanceado’, explicou.

Apesar dos problemas encontrados durante o dia, Bruno Senna acredita que seu carro tem ritmo para andar entre os dez primeiros colocados no treino de classificação deste sábado. ‘Vamos ver, ainda precisamos analisar direitinho as relações de marcha, checar o que podemos melhorar, mas estamos próximos de nossos adversários’, avaliou.