Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Breno condenado a três anos e nove meses de prisão

O zagueiro brasileiro Breno, do Bayern de Munique, foi condenado a três anos e nove meses de prisão nesta quarta-feira por um tribunal de Munique por ter incendiado a própria casa em setembro de 2011.

O tribunal reconheceu Breno Vinícius Rodrigues Borges, de 22 anos, como culpado de ter provocado o incêndio que destruiu quase por completo sua residência em 20 de setembro de 2011, considerando que ele agiu desta forma depois de ter ingerido uma grande quantidade de bebida alcoólica.

O jogador, que disputou 13 partidas na temporada 2010-11 pelo Bayern de Munique, foi preso.

Durante o processo judicial, Breno não deu mostras de intenção voluntária do ato e pediu desculpas aos juízes.

A promotoria pediu cinco anos e meio de prisão para o jogador, mas os advogados do brasileiro alegaram circunstâncias atenuantes para pedir uma pena de dois anos de prisão com condicional.

A imprensa alemã informou que Breno consultou um médico, a pedido do clube, em uma clínica psiquiátrica, na véspera do depoimento.

Breno, ex-jogador do São Paulo e que já foi convocado para jogar pela seleção brasileira, foi levemente intoxicado pela fumaça, mas escapou ileso do incêndio.

Depois da detenção, o Bayern de Munique não prorrogou o contrato do zagueiro, que ficou afastado dos gramados por uma cirurgia no joelho direito em fevereiro.