Clique e assine a partir de 9,90/mês

Rio-2016: Aline Silva é eliminada na luta olímpica

A lutadora perdeu para Ekaterina Bukina nas quartas e iria para a repescagem se a russa avançasse à final, mas a adversária perdeu o combate seguinte

Por Da redação - Atualizado em 18 ago 2016, 14h53 - Publicado em 18 ago 2016, 14h52

Principal esperança da luta olímpica do Brasil, Aline Silva foi derrotada por 4 a 3 pela russa Ekaterina Bukina nas quartas de final da categoria até 75 kg dos Jogos do Rio, nesta quarta-feira. A brasileira de 29 anos poderia até disputar a repescagem se Bukina tivesse avançado para a final, mas a russa foi derrotada na semi pela cazaque Guzel Manyurova. O Brasil nunca ganhou medalha na modalidade.

Leia também:
A farsa dos baderneiros campeões

‘Quero chegar aonde nenhum brasileiro chegou’, diz Isaquias

Vice-campeã mundial em 2014, em Taskent, no Uzbequistão, Aline foi apoiada por um público animadíssimo na Arena Carioca 2. A brasileira começou bem na luta contra Bukina e foi a primeira a derrubar a adversária, mas o golpe rendeu apenas um ponto. A russa reagiu logo em seguida e conseguiu uma queda mais incisiva, virando o marcador por 4 a 1. A torcida não se abalou e começou a cantar “Vamos virar Aline” e “Eu acredito”.

Com vantagem confortável, a russa tentou travar a luta, tentando até puxar o cabelo da brasileira. Por conta dessa falta de combatividade, Bukina foi penalizada duas vezes, deixando Aline encostar em 4 a 3 no placar. A brasileira tentou de tudo para arrancar o empate, mas não conseguiu. Apesar da derrota, saiu aplaudida pela torcida, que reconheceu sua garra.

Na estreia, ela tinha vencido pelo mesmo placar 4 a 3 uma luta muito disputada contra a japonesa Rio Watari, campeã asiática. Na categoria até 63 kg, a goiana Lais Nunes foi derrotada logo na estreia pela turca Hafize Sahin.

Continua após a publicidade

(Com AFP)

Publicidade