Clique e assine com até 92% de desconto

Brasil vence no basquete e é definido para Pré-Olímpico

Por Da Redação 11 set 2011, 15h17

Por AE

Americana – A seleção brasileira feminina de basquete voltou a vencer Cuba em amistoso, neste domingo, em Americana, por 73 a 59, e em seguida teve o seu grupo de jogadoras definido pelo técnico Enio Vecchi para a disputa do Torneio Pré-Olímpico das Américas. O treinador escolheu 12 atletas para representar o País na competição, que será realizada em Neiva, na Colômbia, e dará apenas ao campeão uma vaga na Olimpíada de Londres, em 2012.

Na última sexta-feira, o Brasil havia batido as cubanas por 82 a 78, em outro amistoso, e agora foca um novo torneio preparatório. Antes de jogar o Pré-Olímpico, entre 24 de setembro e 1.º de outubro, o time nacional participará do hexagonal “Copa Pitalito”, entre os próximos dias 18 e 21, na cidade de Pitalito, na Colômbia. A equipe enfrentará Cuba, Porto Rico, Argentina, Colômbia e Chile na competição amistosa.

Ao confirmar as 12 jogadoras que irão representar o Brasil em busca da vaga olímpica para os Jogos de Londres, a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) esclareceu quea pivô Érika só irá integrar o grupo da seleção no próximo dia 23, após a sua última partida com o Atlanta Dream nesta temporada da WNBA, no dia 22. Já a ala/armadora Iziane, que também defende o Atlanta Dream, pediu dispensa e não jogará o Pré-Olímpico.

“Todas as jogadoras que estavam treinando com o grupo possuíam um nível técnico muito bom. Foi uma decisão difícil, mas na certeza que sempre estarão torcendo pelo sucesso da seleção. Todas foram muito importantes nessa fase. A nossa expectativa é de fazer um Pré-Olímpico muito bom e conquistar a vaga em Londres 2012”, afirmou Enio Vecchi ao comentar a sua convocação.

Já Hortência, ex-jogadora e diretora de seleções femininas da CBB, esclareceu que Iziane preferiu não jogar o Pré-Olímpico por temer a possibilidade de ser dispensada pelo Atlanta Dream, que no período da competição na Colômbia estará disputando os playoffs da WNBA. “Na tarde de ontem (sábado), ela (Iziane) enviou um comunicado avisando que ela defenderia o Atlanta até o fim da WNBA. O caso de Iziane é diferente da situação da Érika, pois o contrato dela está terminando e ela tem intenções de continuar jogando na WNBA. Caso viesse para defender o Brasil, ela temeu que as portas da WNBA se fechassem, já que estão na fase dos playoffs. Mas mesmo sem poder estar presente agora, Iziane deixou claro que estaria disponível para defender seu país no Pan-Americano, pois teria finalizado a temporada nos Estados Unidos”, ressaltou Hortência.

Neste domingo diante das cubanas, a cestinha do jogo foi a armadora Adriana, com 14 pontos. A pivô Clarissa, com 13 pontos e 11 rebotes, também se destacou.

Confira as 12 convocadas do Brasil para o Pré-Olímpico de Basquete:

Adriana Moisés Pinto – Armadora – 32 anos – 1,70m – Parma (Itália)

Palmira Marçal – Ala/Armadora – 26 anos – 1,75m – Catanduva (SP)

Continua após a publicidade

Patrícia de Oliveira Ferreira – Ala – 32 anos – 1,82m – Ourinhos Basquete (SP)

Micaela Martins Jacintho – Ala – 31 – 1,80 Santo André (SP)

Franciele Aparecida do Nascimento – Pivô – 23 anos – 1,92m – Cadi La Seu (Espanha)

Silvia Cristina Valente – Ala – 28 anos – 1,86m – Ourinhos Basquete (SP)

Bárbara de Queiroz – Armadora – 25 anos – 1,80m – Americana (SP)

Damiris Dantas do Amaral – Pivô – 18 anos – 1,92m – Celta de Vigo (Espanha)

Nádia Gomes Colhado – Pivô – 22 anos – 1,94m – Santo André (SP)

Clarissa Cristina dos Santos – Pivô – 23 anos – 1,87m – Americana (SP)

Gilmara Justino – Pivô – 30 anos – 1,85m – Catanduva (SP)

Érika Cristina de Souza – Pivô – 29 anos – 2,00m – Atlanta Dream (EUA)

Continua após a publicidade
Publicidade