Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Brasil prevê ‘jogo decisivo’ com China na Copa do Mundo

Por Da Redação 10 nov 2011, 14h45

Por AE

Sapporo – Depois da folga nesta quinta-feira, a seleção brasileira feminina de vôlei volta a jogar nesta sexta, quando enfrenta a China, a partir das 4 horas (horário de Brasília), em Sapporo, no Japão. E o adversário é um concorrente direto do Brasil na luta pela vaga olímpica, que será dada aos três primeiros colocados da Copa do Mundo, o que faz o jogo ser “decisivo”.

Com quatro vitórias e uma derrota em cinco rodadas – perdeu apenas na estreia diante dos Estados Unidos -, o Brasil ocupa o quinto lugar na classificação da Copa do Mundo, competição que define o campeão pela soma de pontos após todos os 12 participantes jogarem entre si. Enquanto isso, a China aparece em situação um pouco melhor: na terceira colocação.

“A China é um dos nossos adversários diretos pela vaga. É um time de que tem muito volume de jogo e joga muito rápido. Sabemos que vai ser um jogo decisivo”, revelou a líbero Fabi. “A China está em evolução com jogadoras jovens. Elas venceram o Campeonato Asiático e executam todos os fundamentos com muita velocidade”, completou o técnico Zé Roberto.

Titular da seleção brasileira, Fabi avisou que a disputa na Copa do Mundo será sofrida até o final. “Os jogos não têm sido como gostaríamos, mas estamos conseguindo sair de momentos difíceis. O principal objetivo é a classificação. Sabíamos que não seria fácil. A competição está muito nivelada. A briga vai ser boa até a última rodada”, avaliou a líbero.

Continua após a publicidade
Publicidade