Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil é campeão por equipes no nado sincronizado em Belém

A Seleção Brasileira de nado sincronizado encerrou sua participação na manhã deste sábado com o título por equipes do Campeonato Sul-americano absoluto de esportes aquáticos, realizado em Belém (PA). A equipe somou mais 87,0500 pontos na rotina e totalizou 172,8000 pontos, que foram conquistados na última quarta-feira pela rotina técnica.

O Brasil fez uma apresentação baseada nos quatro elementos da natureza, fogo, ar, água e terra, o que agradou a torcida no parque aquático da Esef e os juízes da prova. Giovana Stephan, Lorena Fontes Molinos, Maria Eduarda Pereira, Maria Bruno, Jéssica Noutel Gonçalves, Pamela Nogueira, Gabriella Figueiredo e Daniella Figueiredo compunham a equipe.

‘O grupo é novo, mudamos radicalmente a coreografia do Pan de Guadalajara. Saíram duas meninas excelentes (Lara e Nayara) para se dedicarem ao dueto olímpico e entraram duas que não foram aos Jogos Pan-americanos, as gêmeas Daniella e Gabriella’, explicou a treinadora, Magali Cremona, contente com a apresentação.

Durante a disputa da última prova, a venezuelana Katherine Agnello bateu a cabeça numa das alçadas de sua equipe. A atleta precisou de atendimento médico, mas para a tranquilidade de todos nada grave aconteceu e nadadora passa bem.

O destaque individual foi Giovana Stephan. Depois de vencer no solo, na disputa de sexta-feira, a brasileira levou o prêmio Señor de Sipan como melhor atleta da modalidade na competição. A atleta também já havia conquistado o ouro na rotina livre combinada.

‘Esta equipe é muito boa, se motiva muito e sempre digo pra elas para tentarem sempre serem excelentes, nunca se acomodarem. Gostei muito das notas, ainda mais para uma coreografia escolhida este ano e para esta época. Mas é lógico que para o Pré-Olímpico de Londres, ainda temos que melhorar, principalmente o vigor nos movimentos e ter formações mais precisas’, destacou Maura Xavier, que faz parte da comissão técnica do Brasil.