Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Brasil admite facilidade contra Chile e vê Dinamarca como rival mais forte

Por Da Redação 13 dez 2011, 11h40

Mesmo enfrentando intenso calor no Pacaembu, o Brasil não teve trabalho para fazer 4 a 0 no Chile, com três gols antes dos 24 minutos de jogo. A Seleção Brasileira de futebol feminino admite que foi fácil bater o 44colocado no ranking da Fifa. E está ciente de que na quinta-feira, contra a Dinamarca, terá um oponente bem mais qualificado – e um possível rival na final do Torneio Cidade de São Paulo.

‘A Dinamarca é um adversário mais graduado e acostumado a enfrentar grandes equipes como o Brasil. Fica na Europa, onde estão as melhores seleções, e joga contra Alemanha, Suécia…’, opinou a zagueira Aline Pellegrino.

Com esse espirito, a sensação é de que contra as já eliminadas chilenas o time, ao menos, teve a atitude que se esperava. ‘Foi um jogo mais tranquilo, mas o importante é que impusemos o nosso futebol’, falou a meio-campista Érika. ‘Temos sempre que colocar em prática o nosso trabalho e ir para cima’, continuou a volante Ester.

O confronto diante das dinamarquesas está marcado para as 21h15 (de Brasília) de quinta-feira, no Pacaembu. O Brasil já está classificado para a decisão do Torneio Cidade de São Paulo e as escandinavas só precisam de um empate para ir à final também. Se as brasileiras não forem derrotadas, jogam por um empate no duelo decisivo para serem campeãs.

Continua após a publicidade
Publicidade