Botafogo sofre goleada na Colômbia e está eliminado da Copa Sul-americana

Por Da Redação - 25 out 2011, 23h09

O Botafogo encerrou sua participação na Copa Sul-americana ao ser derrotado pelo Independiente Santa Fé da Colômbia por 4 a 1 em partida disputada na noite desta terça-feira, em Bogotá. No jogo de ida, no Engenhão, as duas equipes haviam empatado por 1 a 1. Agora o time colombiano vai encarar o Velez Sarfield da Argentina pelas quartas-de-final da competição.

Foi a terceira derrota consecutiva do Botafogo que havia perdido para Santos e Avaí. agora o alvinegro vai concentrar suas esperanças no Campeonato Brasileiro.Na partida contra o Santa Fé, o time alvinegro, escalado com seis titulares, demorou muito a se encontrar em campo e ainda desperdiçou com Caio, oportunidades muito claras de gol no primeiro tempo.

O time da casa soube aproveitar as oportunidades para construir um marcador favorável e depois apenas administrou o resultado.

O Jogo – O time colombiano partiu para o ataque assim que o jogo foi iniciado. E aos dois minutos já marcou o primeiro gol. Cortês errou na saída de jogo e Pérez penetrou na área e rolou para Rodas empurrar para as redes. Os jogadores brasileiros pediram a marcação do impedimento mas a arbitragem considerou o lance como normal.

Publicidade

O time alvinegro ficou abalado com o gol sofrido e continuou errando muitos passes, dando oportunidades para os contra-ataques da equipe colombiana. E o Santa Fé chegou ao segundo gol aos oito minutos quando Péres recebeu livre na entrada da área e bateu no canto direito de Jéfferson.

Desorientado, o time dirigido por Caio Júnior não conseguia se organizar em campo e o Santa Fé controlava sem problemas a partida.

Só aos dez minutos o Botafogo deu seu primeiro chute a gol em cobrança de falta efetuada por Elkeson que passou à direita do goleiro Vargas. O lance fez a equipe carioca subir de produção principalmente através de Elkeson. Aos 20 minutos, o meia fez boa jogada e cruzou para Caio, livre dentro da área, mas o atacante não conseguiu a conclusão.

Cinco minutos depois, o lance se repetiu, Elkeson descobriu Caio sozinho na área e o atacante errou outra vez. E aos 30 minutos, Caio recebeu na área, girou bem mas chutou para fora, desperdiçando mais uma oportunidade para marcar. Elkeson, o melhor da equipe, ainda obrigou o goleiro Vargas a uma defesa difícil com um chute no canto direito.O Santa Fé ficou gastando o tempo mas acabou criando nova chance para marcar aos 39 minutos quando Rodas foi lançado na área, desviou de Jéfferson mas a bola acabou saindo.

Publicidade

Aos 45 minutos, Copete arrancou pela esquerda e cruzou para Rodas que entrava pelo meio mas o volante Léo se antecipou e chutou contra as próprias redes, marcando o terceiro gol do Santa Fé. O Botafogo voltou para o segundo tempo com Thiago Galhardo no lugar de Felipe Menezes e tentou partir para o ataque logo nos primeiros minutos mas o time continuava sem inspiração.

Já o Santa Fé apenas tocava a bola sem grandes problemas. Aos 17 minutos, Rodas chutou da entrada da área e Jéfferson mandou para escanteio. Aos 18 minutos, Rodas recebeu na entrada da área, se livrou do zagueiro Gustavo com um drible de corpo e bateu no ângulo direito, sem qualquer chance para Jéfferson.

Logo depois um cachorro invadiu o gramado e interrompeu a partida. Foram quase dez minutos de perseguição ao animal sem sucesso para alegria dos torcedores colombianos que gritavam olé a cada drible que o cachorro dava nos que tentavam apanhá-lo.

Quando a partida foi reiniciada, o Botafogo parecia mais preocupado em não sofrer novos gols enquanto o Santa Fé, com a vitória assegurada, manteve o controle da partida, trocando passes para fazer o tempo passar, para alegria da sua torcida que saudava a troca de passes com os gritos de olé.

Publicidade

Aos 41 minutos, Alex lançou Alexandre Oliveira que entrou pela esquerda e tocou na saída de Vargas para marcar o primeiro gol do Botafogo, definindo o placar da partida. Antes do apito final, Alex atingiu um jogador colombiano e foi expulso de campo.

Publicidade