Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Botafogo não encontra dificuldades e vence o Galo por 3 a 1

Por Da Redação 20 ago 2011, 20h00

O Botafogo não teve problemas para superar o Atlético-MG por 3 a 1 na noite deste sábado no Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, em confronto válido pela 18rodada do Campeonato Brasileiro.

Com um gol de Elkeson e dois de Felipe Menezes, o Glorioso chegou aos 31 pontos e está na quinta colocação. Já o Galo, que teve seu gol anotado por André, segue mergulhado em uma crise profunda e, com 15 pontos, permanece na zona de rebaixamento.

O Jogo

Precisando da vitória, as duas equipes proporcionaram um jogo franco e aberto, com muita troca de passes e movimentação no ataque. Com Bernard encostando na dupla de frente, composta por Guilherme e Magno Alves, o Atlético criava problemas para o setor defensivo rival e por muito pouco nãso abriu o marcador aos dois minutos. Magno Alves recebeu na área e chutou em cima de Fábio Ferreira. Na sobra, Bernard chutou para fora, com muito perigo.

O Botafogo também sabia jogar em velocidade e respondeu dois minutos depois. Elkeson recebeu passe de Felipe Menezes, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Renan Ribeiro, que fez grande defesa. Porém, aos 17 o arqueiro do Galo não conseguiu evitar o pior para a sua equipe. Lucas subiu pelo lado direito e cruzou na cabeça de Elkeson que, livre de marcação, cabeceou para o fundo da rede, abrindo o marcador.

Mesmo com mais posse de bola e dominando o meio-de-campo, o Atlético não tinha objetividade. Tanto que passou toda a primeira etapa sem exigir uma grande defesa do goleiro Jéfferson. Como no futebol quem é mais objetivo quase sempre acaba premiado, os cariocas ampliaram aos 35 minutos. Felipe Menezes tabelou com Elkeson e, de fora da área, chutou no canto esquerdo de Renan Ribeiro, fazendo o Botafogo ir com 2 a 0 para o intervalo.

Continua após a publicidade

Na volta para o segundo tempo o técnico Cuca tirou Mancini e Richarlyson e colocou em campo Triguinho e André. Porém o Botafogo não tomou muito conhecimento das mexidas e continuou melhor em campo, desta vez, porém, pressionando mais no ataque. Logo aos dois minutos Elkeson chutou sobre o gol. Seis minutos depois, o meia alvinegro tentou mais um chute, dessa vez forçando grande defesa de Renan Ribeiro.

A postura mais ousada do Botafogo foi premiada aos dez minutos quando o Botafogo ampliou. Maicosuel fez grande jogada pela direita e cruzou, Alex dominou na área e fez o trabalho de pivô, rolando para o chute seco e certeiro de Felipe Menezes, que fez 3 a 0.

O Atlético sentiu ainda mais o golpe e passou a ser uma presa fácil em campo, com o Botafogo continuando a criar boas oportunidades. Aos 14 minutos, após boa triangulação, Marcelo Mattos chutou para defesa de Renan Ribeiro. Umm minuto depois o goleiro do Atlético voltou a salvar seu time ao defender chute de Alex de dentro da pequena área.

Mesmo quando diminuiu as ações ofensivas e passou a tocar mais a bola, sem ser importunado pelo Atlético, o Botafogo conseguiu assustar nos contra-ataques. Aosw 34 minutos Maicosuel foi lançado pela direita e cruzou rasteiro para Alex chutar sobre o gol. Já aos 44 foi a vez de Alex rolar e Cortês chutar para fora.

Já nos acréscimos o Atlético conseguiu descontar em uma desatenção da defesa do Botafogo. Daniel Carvalho lançou na área e André, de primeira, chutou sem chances para Jéfferson. Mas já era tarde para a reação.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, às 20h15(de Brasília), novamente no Engenhão, só que pelo confronto de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Na ida os botafoguenses ganharam por 2 a 1. Já no Campeonato Brasileiro o Botafogo voltará a atuar no próximo sábado, às 18h(de Brasília), também no Engenhão, diante do Fluminense. Já o Galo, no mesmo horário, só que no domingo, faz o clássico com o Cruzeiro na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG).

Continua após a publicidade
Publicidade