Botafogo adia para terça decisão sobre punição a Jobson

Por Da Redação - 9 abr 2012, 19h48

Por AE

Rio – A diretoria do Botafogo deixou para terça-feira a decisão sobre uma nova punição a Jobson. O gerente de futebol do clube, Anderson Barros, se reuniu durante meia hora com o atacante para tratar de seu ato de indisciplina na semana passada, quando discutiu com o fisiologista Altamiro Bottino. Barros pretende conversar com o presidente Maurício Assumpção e o técnico Oswaldo de Oliveira antes definir a questão.

Jobson, que se recupera de lesão muscular, voltou a jogar no início de março depois de cumprir suspensão por doping. A expectativa é de que o atacante seja advertido e multado, mas não afastado do elenco por mais tempo.

O controverso jogador é motivo de preocupação constante dos companheiros e dirigentes, que decidiram apostar em sua recuperação por ter contrato assinado até 2015. Mas o entendimento é que Jobson atingiu o seu limite.

Publicidade

“A gente torce por ele. Você convive com ele no dia a dia. Sabe que é um bom garoto. Só que tem esses deslizes que atrapalham a carreira dele. Se ele voltar ao time, já não tem limite. Na próxima, vai ficar de fora. Vai ter que estar muito esperto nessa situação”, comentou o atacante Loco Abreu, em entrevista ao Sportv.

Oswaldo de Oliveira também pretende dar mais um voto de confiança ao jovem atleta. “Estou vendo toda esta situação com muita naturalidade. Não é a primeira vez que o Jobson comete um ato de indisciplina, nem a primeira vez que um jogador de futebol comete um ato de indisciplina”, disse o treinador.

Publicidade