Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Botafogo acreditava em reviravolta, diz técnico

Por Leonardo Maia e Sílvio Barsetti

Rio – Derrotado pelo Fluminense neste domingo, o Botafogo já previa que não fosse levar para casa o título do Campeonato Carioca. A equipe teria de reverter a desvantagem de três gols para vencer o campeonato, mas acabou perdendo por 1 a 0. Mesmo assim, a tristeza no vestiário não foi menor. O técnico Oswaldo de Oliveira afirmou que, apesar de improvável, o time ainda acreditava numa reviravolta.

“Está todo mundo muito triste. Criamos a expectativa da recuperação. Acreditávamos piamente que o título era possível”, disse. Nos dois jogos da final, o técnico viu o time desfalcado, com muitos problemas de lesão e sem boas opções na reserva. Até o último domingo, a equipe estava invicta.

“Dominamos, criamos, mas infelizmente não convertemos em gol. Quando o Fluminense marcou no segundo tempo, houve uma queda de confiança, de ânimo, apesar de que lutamos até o fim”, afirmou, sobre a decisão deste domingo.

Entre os pontos positivos do campeonato, o técnico destacou o surgimento do zagueiro Brinner e dos volantes Jadson e Gabriel. “Pensando em prosseguimento do trabalho, o jogo de hoje (domingo) nos dá confiança. O Brinner e o Gabriel (improvisado na lateral) fizeram um bom jogo. O Jadson fez uma excelente partida e, com certeza, vai começar algumas partidas pelo time este ano”, disse.

A diretoria do Botafogo pretende agora reforçar o time para a disputa do Campeonato Brasileiro, já que o clube já joga no próximo domingo, contra o São Paulo. Garantir a vaga na Libertadores no próximo ano é a prioridade botafoguense.