Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Bolt crê em títulos no Mundial, mas rechaça recordes

Por Da Redação 20 ago 2011, 16h53

Uma das principais estrelas do Campeonato Mundial de atletismo em Daegu, o jamaicano Usain Bolt chegou confiante à Coreia do Sul. Já no país da competição, o velocista disse acreditar que defenderá os títulos dos 100m e 200m rasos conquistados em Berlim, em 2009, mas duvida de quebras de recordes mundiais.

Na Alemanha, Bolt venceu os 100m e 200m rasos, além do revezamento 4x100m com a equipe jamaicana, e estabeleceu as melhores marcas da história nas provas individuais: 9s58 nos 100m e 19s19 nos 200m.

‘Se conseguir começar bem a corrida, acho que não terei problemas e posso ganhar com facilidade’, afirmou Bolt, que rechaçou a possibilidade de quebrar suas próprias marcas estabelecidas em Berlim. ‘Não teremos nenhum recorde aqui’.Para os 100m rasos, o velocista jamaicano, que diz ter se poupado durante a temporada, acredita que o tempo de 9s70 será suficiente para deixá-lo com a medalha de ouro mais uma vez. Seu melhor tempo no ano é 9s88, 0s10 mais lento do que seu compatriota Asafa Powell, dono da marca mais rápida da temporada

‘Todo mundo quer um tempo bom, então acho que 9s70 deve bastar. Quando cheguei aqui no aeroporto senti muita emoção e já pude ver como vai ser a vibração do Mundial’, explicou Bolt.

Continua após a publicidade
Publicidade