Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Bolívar, do Inter, pode ficar suspenso até Dodô voltar a jogar

Por Da Redação 19 nov 2011, 17h23

O zagueiro Bolívar, do Internacional, que causou uma grave contusão no joelho do lateral esquerdo Dodô, do Bahia, na vitória dos gaúchos por 1 a 0, na última quarta-feira, pode ficar fora dos gramados durante a recuperação do atleta da equipe nordestina.

Dodô sofreu rompimento total do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, será submetido a uma cirurgia e ficará cerca de seis meses sem condições de jogo. Bolívar será enquadrado do artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por jogada violenta, que prevê suspensão de uma a seis partidas. No entanto, como a lesão foi grave, a pena deve ser mais severa.

O artigo 254 também diz que “na hipótese de o atingido permanecer impossibilitado de praticar a modalidade em consequência de jogada violenta grave, o infrator poderá continuar suspenso até que o atingido esteja apto a retornar ao treinamento, respeitado o prazo máximo de 180 dias (seis meses)”.

O zagueiro do Inter se defende dizendo que pegou primeiro na bola e que o adversário “foi um pouco afoito”. As declarações irritaram o presidente do Bahia, Marcelo Guimarães Filho, que exige punição também para o árbitro Paulo César de Oliveira, que não expulsou Bolívar. Por enquanto, o STJD não denunciou o juiz.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Publicidade