Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Boa vence o Bragantino fora e encerra série negativa

Por AE

Bragança Paulista – O Boa encerrou um jejum de cinco jogos sem vencer na noite desta terça-feira. Jogando em Bragança Paulista, o representante mineiro na Série B derrotou o Bragantino, por 2 a 1, em jogo válido pela 13.ª rodada. Jheimy e Moisés marcaram para os visitantes, enquanto André Astorga descontou no final.

O Boa encerrou um jejum que já durava um mês. A última vitória havia acontecido no dia 24 de junho, contra o Barueri. De lá para cá foram três derrotas e dois empates. Com o resultado, o time mineiro subiu para a 13.ª posição, com 16 pontos. Já o Bragantino perdeu a chance de chegar à terceira vitória seguida e ficou na 15.ª posição, com 15 pontos.

Marcando forte e não caindo na pressão do adversário, o Boacomeçou melhor e por pouco não abriu o placar em uma falha de Gilvan. A resposta do time da casa veio em jogada de bola parada. Em cobrança de falta, Otacílio Neto obrigou o goleiro Luiz Henrique a fazer grande defesa.

Na volta dos vestiários, o Boa voltou com mais disposição e conseguiu abrir o placar aos 12 minutos. Depois de cobrança de falta de Carlos Magno, o goleiro Gilvan deu rebote e Jheimy, livre de marcação dentro da pequena área, tocou com tranquilidade para o fundo das redes.

Minutos depois as coisas se complicaram ainda mais para o time da casa. Depois de uma disputa ríspida no meio-campo, o volante Leandro Biton acabou expulso. Com o time da casa lançado ao ataque, o Boa ainda conseguiu ampliar o placar. Aos 40 minutos, o volante Moisés apareceu na área para testar para o fundo do gol.

No final da partida deu tempo para o time paulista descontar. Aos 43 minutos, depois de bate-rebate dentro da área, o zagueiro André Astorga empurrou para o fundo do gol.

O Bragantino volta a campo contra o Icasa, no próximo sábado, às 16h20, em Juazeiro do Norte. No mesmo dia e horário, o Boa encara o Vitória, em Salvador.

FICHA TÉCNICA:

Bragantino 1 x 2 Boa

Bragantino – Gilvan; Junior Lopes, André Astorga e Luis Carlos; Luis Felipe (Luis), Leandro Biton, Mineiro e Deyvid Sacconi (Léo Jaime) e Marcinho; Otacílio Neto e Lincom. Técnico – Marcelo Veiga.

Boa – Luiz Henrique; Jackson, Thiago Carvalho, Marcelinho e Higo (Pablo); Claudiniei, Moisés, Olívio e Carlos Magno; Waldison (Jeancléber) e Jheimy (Valdo). Técnico- Nedo Xavier.

Gols – Jheimy aos 13, Moisés aos 40 e André Astorga aos 43 minutos do segundo tempo.

Arbitro – Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

Cartões amarelos – Luis Carlos, Luis Felipe, Higo, Jackson, Moises, Waldison.

Cartão vermelho – Leandro Biton.

Renda – R$ 10.315,00.

Público – 1.449 pagantes.

Local – Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)