Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Blatter pede desculpas e quer se encontrar com Dilma

Por Eduardo Bresciani

Brasília – O presidente da Fifa, Joseph Blatter, enviou nova carta ao ministro do Esporte, Aldo Rebelo, para, em nome da entidade, pedir desculpas pela polêmica criada com a declaração do secretário-geral, Jérôme Valcke, de que o Brasil precisava de um “chute no traseiro” para acelerar a organização da Copa do Mundo de 2014.

Blatter disse que quer se encontrar com Dilma para discutir sobre o evento. O próprio Valcke já tinha encaminhado um pedido de desculpas e culpado a tradução pela crise. O governo brasileiro comunicou à Fifa que não aceitará mais o secretário-geral como interlocutor.

Blatter manifesta “pesar” com a situação. “Como presidente da Fifa e pessoalmente, meu único comentário com relação a esse assunto é pedir desculpas a todos aqueles que tiveram sua honra e orgulho feridos, em especial o governo brasileiro e a presidente Dilma Rousseff”. O presidente da entidade diz estar “extremamente preocupado com relação à deterioração da relação entre a Fifa e o governo brasileiro”.

Após o pedido de desculpas, Blatter afirma que a entidade e o governo tem como meta comum “organizar uma Copa do Mundo extraordinária no país do futebol, no país dos campeões”. “Por isso, não deixemos que conflitos nos façam perder tempo”, afirmou o presidente da Fifa, em outro trecho. Ele disse que gostaria de se encontrar com Dilma e Aldo já na próxima semana.

Até o momento, apenas a presença de Valcke estava confirmada para a série de visitas da Fifa ao Brasil na próxima semana.