Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Beckham comemora seu 1.º título nos Estados Unidos

Naquela que pode ter sido sua última partida nos Estados Unidos, David Beckham ajudou seu Los Angeles Galaxy a conquistar o título da MLS (Major League Soccer), o campeonato americano de futebol. Com a vitória por 1 a 0 sobre o Houston Dynamo, no último domingo à noite, o meia inglês levou seu primeiro título com a equipe californiana e, após a partida, comemorou muito.

“Nós passamos por muita coisa nesta temporada. Tivemos muitas partidas. O Bruce Arena (técnico do Galaxy) e a equipe dele são aqueles que nos trouxeram até a partida desta noite”, disse o jogador, que tem propostas do Paris Saint-Germain, da França, e de Queens Park Rangers e Tottenham, da Inglaterra.

Contratado em 2007 pelo Galaxy, ele ainda não sabe se permanecerá no clube, já que seu vínculo se encerra ainda este mês. “Tem sido a época mais divertida da minha carreira na América nos últimos anos e é o que vale. Eu já havia dito, preciso sentar e relaxar e curtir este momento, para depois pensar no que vou fazer no ano que vem. Têm sido cinco anos maravilhosos.”

Beckham foi fundamental para a conquista do time californiano, crescendo de produção nos playoffs, dando assistências para quatro gols. Na decisão de domingo, disputada em Carson, casa do Galaxy, o único gol do jogo também nasceu de uma jogada dele, que ainda passou pelos pés dos outros dois astros da equipe. Aos 27 minutos do segundo tempo, o meia inglês desviou de cabeça para o irlandês Robbie Keane, que achou o norte-americano Landon Donovan com o trabalho apenas de tirar do goleiro.

Com o título garantido, os torcedores do Galaxy começaram a pedir a permanência do jogador, aos gritos de “queremos Beckham”. O coro foi endossado pelo técnico Bruce Arena, que também pediu que o experiente meia de 36 anos fique nos Estados Unidos. “O que mais podemos dizer de um cara como esse e do que ele trouxe para a organização e para a liga em cinco anos?”

(Com Agência Estado)