Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Barcos lamenta poucas chances na frente, mas confia em Felipão

Por Da Redação 11 jun 2012, 05h02

O atacante argentino Hernán Barcos ainda aguarda uma forma de o Palmeiras criar mais chances de gols. Diante da má fase no Campeonato Brasileiro, o Pirata lamentou por não estar recebendo assistências mais claras para arrematar para as redes.

‘A bola custa muito para chegar. Ela chega pouco e quase nunca é com chance clara de gols. Às vezes, vamos à frente e erramos o último passe ou, então, temos que brigar bastante para termos uma oportunidade. Assim obviamente é difícil, mas temos que levantar a cabeça e seguir trabalhando’, afirmou.

Barcos anotou 12 gols desde que chegou ao Palmeiras, em 25 partidas que disputou pelo clube, sendo 24 como titular. Agora, o argentino é a grande esperança da equipe alviverde para a semifinal da Copa do Brasil, na noite de quarta-feira, contra o Grêmio, pela semifinal da Copa do Brasil.

Apesar de reclamar da falta de oportunidades, o camisa 9 confia na capacidade do técnico Luiz Felipe Scolari em corrigir o problema. ‘Acho que o Felipão é inteligente e sabe o que tem de fazer’, ponderou.

Mesmo chateado com a derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, na noite de sábado, o argentino promete se reerguer para a partida no estádio Olímpico. ‘Atacante vive de gols e, quando a bola não vem, é muito feio, mas temos que levantar a cabeça e seguir trabalhando’, concluiu.

Continua após a publicidade
Publicidade