Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barcelona esquece mágoa e reverencia Ronaldinho

Brasileiro é homenageado pela diretoria, jogadores e torcida em sua volta ao estádio do clube que o consagrou

Em sua volta ao estádio do Barcelona, onde brilhou com a camisa 10 e conquistou títulos e prêmios importantes, Ronaldinho Gaúcho foi o centro das atenções no amistoso entre Milan e Barcelona, disputado nesta quinta-feira e válido pelo título do Troféu Joan Gamper. A torcida que lotou o estádio Camp Nou esqueceu da saída polêmica do brasileiro em 2008 – quando ele foi acusado de preferir mais as baladas do que o futebol -, e o reverenciou. A partida terminou empatada por 1 a 1 e o Barcelona conquistou o título nos pênaltis. O troféu foi recebido pelo capitão Puyol, mas o espanhol decidiu homenagear o antigo companheiro e repassou a taça para Ronaldinho.

A festa para o brasileiro começou antes da partida. Um vídeo com os melhores momentos do jogador com a camisa do Barcelona foi mostrado no telão do estádio. E, quando todos os jogadores já estavam enfileirados, Ronaldinho subiu sozinho ao gramado e foi ovacionado pela torcida. Fez questão de cumprimentar todos os jogadores do seu ex-clube, e foi puxado por Puyol para sair na foto oficial do time espanhol.

Com a bola rolando, o brasileiro não apareceu muito e pouco lembrou o craque eleito o melhor do mundo pela Fifa em 2004 e 2005. A torcida do time espanhol não se importou muito e quando o brasileiro foi substituído, no final do segundo tempo, os torcedores continuaram o espetáculo com palmas e gritos. Após as cobranças de pênaltis, e com o troféu nas mãos, Ronaldinho voltou a cumprimentar os colegas e deixou o campo emocionado.