Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barcelona atropela São Paulo e Vasco vence a primeira no Mundialito

As missões de São Paulo e Vasco na Arena Guarapiranga, nesta segunda, eram exatamente a mesma: recuperar-se da derrota na estreia e seguir vivo no Mundialito de Clubes de Beach Soccer. Só o time carioca, porém, obteve sucesso, venceu o Boca Juniors por 5 a 3 e ganhou fôlego na classificação do Grupo B. Já o São Paulo, goleado por 10 a 5 pelo Barcelona, segue na última colocação do Grupo A, e precisa de um milagre para avançar à segunda fase da competição.

No primeiro jogo da tarde, o Barcelona não deu chance ao São Paulo e, desde o apito inicial, dominou as investidas da partida, abrindo 2 a 0 nos cinco minutos iniciais, gols do de Cristian Torres e Shishin. Allan, porém, tratou de diminuir a vantagem espanhola, fato que se repetiria por toda a partida.

Mesmo com o gol são paulino, o Barcelona não se intimidou e marcou, novamente com Cristian Torres. Allan, em cobrança de pênalti, voltou a diminuir a diferença para apenas um gol.

O Barça, que continuava melhor na partida, abriu vantagem de três gols no placar, chegando aos 6 a 3 com Rui Mota e o artilheiro Cristian Torres. Ainda no primeiro tempo, porém, o São Paulo assustou o time catalão ao marcar por duas vezes, com Luis Alberto e Allan, sempre ele.

O ímpeto são paulino, porém, parou na falha do goleiro Erick, que saiu mal do gol e viu Shishin voltar a abrir a vantagem do Barça no placar.

O São Paulo ainda chegou a diminuir para 7 a 5, com Luis Alberto, mas não conteve a eficiência do Barça no ataque e viu o time espanhol marcar em mais três oportunidades, fechando a partida em 10 a 5.

Com o resultado, o São Paulo entra em situação crítica no Grupo B. Ainda sem vencer, o time tem que torcer por uma combinação de resultados favoráveis, vencer o Flamengo, na última rodada, e ainda ter mais pontos que os terceiros colocados dos outros dois grupos.Vasco faz o placar no primeiro tempo

Já o Vasco contou com um início arrasador, quando marcou três gols em apenas quatro minutos – o primeiro deles logo no chute inicial, com Bruno Xavier -, para garantir o controle da partida contra o Boca.

Nem mesmo o gol argentino, ainda na primeira metade do primeiro período, assustou os vascaínos, que abriram 5 a 1 ainda nos primeiros doze minutos.

Com a ampla vantagem, o Vasco passou a preocupar-se mais em se defender, sua principal característica, não permitindo ao Boca se aproximar de seu gol. Dois vacilos no segundo período, porém, voltaram o Boca à partida.

No terceiro período, emoção só nos minutos finais. Além do pênalti chutado na trave por Fred, a 27 segundos do final da partida, que poderia recolocar o Boca na partida, o apito final foi marcado por confusão, gerada por empurrão de Vela a Gil. No meio da briga, o árabe Abdullah foi expulso e desfalca o Vasco na partida contra o Milan, na última rodada do Grupo B. Foram precisos seguranças para conter os jogadores das duas equipes.