Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Barça busca Copa do Rei para esquecer fracassos e coroar Guardiola

Por Da Redação - 23 maio 2012, 17h57

O Barcelona terá sua última chance de conquistar um título na conturbada temporada 2011-2012 nesta sexta-feira, às 16 horas (de Brasília), quando decide a Copa do Rei diante do Athletic Bilbao, no estádio Vicente Calderón. A partida também marca a despedida do técnico Pep Guardiola, que deixou o comando para Tito Vilanova, seu auxiliar, já à frente da equipe na pré-temporada.

O último título da equipe orquestrada pelo argentino Messi foi o Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro – na metade da temporada europeia. Desde então, o Barça terminou o Campeonato Espanhol no segundo lugar, a nove pontos do Real Madrid, e acabou eliminado da Liga dos Campeões da Europa pelo Chelsea, que se tornou campeão com uma vitória nos pênaltis diante do Bayern de Munique, no último sábado.

‘Tem gente que diz que não ganhar a Liga dos Campeões faz com que toda a temporada tenha sido um desperdício, mas não é assim, porque nós ganhamos alguns torneios, inclusive o Mundial, fomos até o fim no Campeonato Espanhol e ainda atingimos as semi-finais da Champions’, justificou o meio-campista Inieta, que ainda completou o raciocínio: ‘Queremos presentear os quatro anos do Guardiola com esse título’.

Logo depois do duelo pela decisão da Copa do Rei, Guardiola se despedirá da torcida do Barcelona para um período de um ano sem trabalhar, de acordo com as próprias expectativas. Tito Vilanova assume o cargo contando com a confiança do grupo, garante Iniesta: ‘Ele já está dentro, sabe como funciona e pode fazer uma campanha tão boa quanto a do Guardiola’.

Publicidade