Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barça alcança maior diferença em final única de Mundial

O Barcelona está na história do futebol pela forma inovadora de jogar – com ampla posse de bola – e por construir marcas importantes. Neste domingo, ao bater o Santos por 4 a 0, o time espanhol obteve a maior diferença da história desde que a final do Mundial de Clubes passou a ser disputada em partida única. Até 1979, o título intercontinental entre sul-americanos e europeus era definido em partidas de ida e volta. A partir de 1980, foi disputado em confronto único. No período de 31 anos, a maior diferença na final era de três gols.

O placar de 3 a 0 ocorreu quatro vezes desde 1980: o Flamengo (Brasil) bateu o Liverpool (Inglaterra) em 1981, o Milan (Itália) superou o Olímpia (Paraguai) em 1990, o Estrela Vermelha (na época da Iugoslávia) venceu o Colo Colo (Chile) e, por fim, a Internazionale (Itália) impôs o marcador sobre o Mazembe (República Democrática do Congo) em 2010. O Barcelona ficou próximo de igualar a maior goleada de todos os tempos em uma final de Mundial. Em 1961, o Peñorol (Uruguai) chegou a aplicar 5 a 0 no Benfica (Portugal), mas só ganhou o título no terceiro jogo.

Leia também

Neymar diz que Santos recebeu uma aula do Barcelona

Estatísticas provam domínio do Barcelona nos fundamentos

Guardiola ganhou 13 de 16 títulos possíveis desde 2008

Estatísticas provam domínio do Barcelona nos fundamentos

Messi é eleito melhor do Mundial e Neymar fica em 3º

(Com agência Gazeta Press)