Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Balanço positivo do ano vira consolo para o Santos

Por AE

Yokohama – Embora tenha sido goleado pelo Barcelona na final do Mundial de Clubes da Fifa, no último domingo, em Yokohama, o Santos fechou a temporada satisfeito com o seu desempenho no ano, no qual conquistou o bicampeonato paulista e voltou a faturar o título da Copa Libertadores, encerrando um jejum de 48 anos sem uma taça da competição. Estes feitos serviram como consolo após a derrota por 4 a 0 amargada diante do time espanhol.

O Santos aposta que pode ganhar a Libertadores pelo segundo ano seguido, em 2012, para poder voltar a jogar o Mundial justamente na temporada em que irá comemorar 100 anos de existência. A projeção foi feita, entre outros jogadores, pelo meia Elano, que acabou sacado do time titular antes do jogo contra o Barcelona e depois substituiu o lesionado Danilo durante o confronto.

“Temos de exaltar o ano do Santos, não podemos colocar em dúvida, em xeque, o trabalho que fizemos neste ano. Em três finais, conseguimos ganhar duas. Agora é momento de férias, de descansar com a família, para que no dia 20 de janeiro a gentese reapresente e continuemos um trabalho em 2012”, disse o meio-campista, que minimizou a importância de ter iniciado o duelo contra o Barcelona entre os reservas. “Independentemente de eu ter jogado ou não, não é por isso que aconteceu a derrota”.

Para Elano, o ano do Santos foi “brilhante”. E, de fato, o clube viveu uma temporada histórica. Além de ganhar a sua terceira Libertadores, viu a diretoria do clube conseguir a façanha de assegurar a permanência de Neymar, que assinou vínculo para seguir no time pelo menos até a Copa do Mundo de 2014. O fato parecia improvável, tendo em vista as propostas milionárias de clubes como o próprio algoz do último domingo, Barcelona, e o Real Madrid.

A permanência de Neymar é o grande trunfo do Santos para 2012, na qual a equipe também tentará festejar uma terceira temporada consecutiva de títulos expressivos. Antes de ser campeão sul-americano e estadual em 2011, também faturou o Paulistão de 2010 e conquistou uma inédita Copa do Brasil para o clube naquele ano. E o fato de ter caído diante do Barcelona, considerado o melhor time da atualidade, fez os santistas minimizarem o peso da goleada sofrida na final do último domingo. “Perdemos para os melhores do mundo”, enalteceu Elano.