Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Atlético-PR decepciona e perde para o Londrina na estreia do returno

Por Da Redação 1 mar 2012, 00h05

O campeão do primeiro turno do Campeonato Paranaense 2012 não começou bem o segundo. O Atlético Paranaense foi ao norte do Estado e caiu diante do Londrina, por 3 a 0, no Estádio do Café. O Tubarão, por sua vez, depois de um decepcionante sétimo lugar, agora sai na dianteira.

Depois de muita movimentação e chances perdidas pelo Furacão, quem abriu o placar foi o time da casa, com Ayrton, aos 32 minutos, fuzilando na saída do goleiro Rodolfo. Arthur ampliou aos 43 minutos, com um belo chute. Depois do intervalo, Ayrton cobrou falta, aos 33 minutos, e Gustavo desviou contra o patrimônio.

Na próxima rodada, o Londrina enfrenta o Paranavaí, domingo, no Estádio Waldemiro Wagner. Já o Atlético Paranaense recebe o Operário de Ponta Grossa, sábado, na Vila Capanema, em Curitiba.

O jogo – A partida começou movimentada no Café. Aos dois minutos, Deivid tentou o arremate de longe, Danilo falhou e a defesa apareceu para salvar. Aproveitando rebote, Harrison, um minuto depois, fuzilou e desta vez o goleiro do Tubarão foi buscar no cantinho. O Furacão pressionava e perdia gols. Aos cinco minutos foi a vez de Marcinho, de cara para o gol, desperdiçar

A primeira chegada do Londrina aconteceu aos oito minutos, com chute forte de Warlley, pela linha de fundo. Apesar do calor, a correria era grande. Aos 16 minutos, Harrison bateu de muito longe, para fora. O Rubro-Negro começou a ter dificuldade para entrar na defesa adversária. Dessa forma, Harrison mandou mais um petardo, aos 22 minutos, e desta vez a defesa teve que se virar para afastar após rebote de Danilo.

Aos 27 minutos, Marcelo tentou girar o corpo na área e torceu o joelho, sendo substituído imediatamente por Léo. Quem conseguiu abrir o placar foi o Tubarão, aos 32 minutos. Ayrton entrou na diagonal e acertou um petardo na saída do goleiro para balançar as redes. Aos 37 minutos, Thiago Santos recebeu passe açucarado, mas chutou errado. O time celeste acordou e, logo após reclamar um pênalti não marcado, aos 43 minutos, Arthur apareceu para fazer o segundo.

No segundo tempo, o Atlético voltou com Bruno Costa no lugar de Héracles, mas a primeira chance foi do Londrina, com Wendell, que arriscou de longe pra boa defesa de Rodolfo. Na resposta, aos nove minutos, Pablo levantou, Bruno Mineiro desviou de cabeça e errou o alvo. O Tubarão tinha o domínio das partidas, esperando para contra-atacar.

O terceiro gol quase aconteceu aos 14 minutos, em um belo chute por cobertura que exigiu recuperação de Rodolfo, que cedeu escanteio. O técnico Juan Carrasco queimou todas as alterações busca ainda uma reação do Rubro-Negro. Aos 23 minutos, Arthur recebeu de frente para o gol, mas tentou o passe e perdeu a chance. A torcida estava empolgada e aplaudia a cada jogador substituído.

O tempo passava rápido para o Furacão, que não mostrava nenhuma alternativa para reagir. O Londrina apenas administrava. Aos 33 minutos, Ayrton cobrou falta, a bola desviou no caminho e matou Rodolfo, morrendo no fundo das redes. Aos 37 minutos, Nieto chutou e Danilo fez grande defesa. A contagem estava definida, para festa do torcedor da casa.

Continua após a publicidade
Publicidade