Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atlético de Madri perde em casa para o Betis e segue em crise

Madri, 18 dez (EFE).- O Atlético de Madri foi derrotado neste domingo pela terceira vez em quatro jogos, 2 a 0 para o Betis em pleno estádio Vicente Calderón, caiu para a 12ª posição do Campeonato Espanhol e viu aumentar a pressão sobre o técnico Gregorio Manzano, que deverá ser demitido ainda nesta semana.

O futuro do treinador já está definido. À espera da decisão da direção, nos próximos dias ou depois do confronto diante do Albacete, na próxima quarta-feira, Manzano deixará o Atlético, que mostra pouco ou nenhum poder de reação na temporada.

De nada serviu o bom primeiro tempo, no qual a equipe da casa foi a dona do jogo, trocando passes com paciências e parando as jogadas do Betis, principalmente através da força do volante brasileiro Paulo Assunção. Além dele, o lateral Filipe Luis e o meia Diego também foram titulares, mas tiveram atuação discreta.

No segundo tempo, no entanto, o mau futebol voltou, e o Atlético sofreu dois gols. O primeiro deles surgiu de uma falha do zagueiro Godín, que permitiu que os visitantes partissem em contra-ataque e abrissem o placar com Pozuelo. O atacante ainda contou com um escorregão de Domínguez para fazer 1 a 0.

O autor do gol foi expulso pouco depois, aumentando a esperança da torcida da casa. No entanto, aos 45 minutos, Roque Santa Cruz deixou o dele e fechou o caixão do Atlético.

Uma crise maior ainda vive o Villarreal, que perdeu de virada para o Osasuna, que surpreendentemente está em quinto lugar, com 25 pontos. O ‘Submarino Amarelo’, por sua vez, caiu para 17º, com 15, mesmo número do Sporting Gijón, que abre a zona de rebaixamento.

Fora de casa, a equipe do atacante Nilmar, que esteve em campo por menos de dez minutos, o Villarreal saiu na frente com gol de Marco Ruben, mas Ibrahima e Sergio viraram nos 15 minutos finais.

Na parte de cima da tabela, o Valencia alcançou os 33 pontos e se manteve próximo da dupla da ponta, Real Madrid (40 pontos) e Barcelona (37).

Companheiro de ataque de Jonas, que esteve em campo durante os 90 minutos, Soldado fez os dois gols da vitória por 2 a 0 sobre o Málaga, que não pôde contar com o meia-atacante Júlio Baptista. A partida foi disputada no Mestala.

Nos outros confrontos do dia, Racing Santander e Real Sociedad empataram sem gols, enquanto o Granada bateu o Getafe por 2 a 1. EFE