Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Assunção ‘esquece’ rivais, mas Cicinho avisa: não entregará faixa ao Timão

Após dez jogos de jejum, o Palmeiras voltou a vencer no Brasileirão, com o triunfo diante do Bahia, fora de casa. Sem correr mais riscos no campeonato, o Verdão começa a pensar em seus dois últimos jogos, contra os rivais São Paulo, que luta por uma vaga na Libertadores, e o Corinthians, atual líder da competição.

No desembarque da equipe em São Paulo, o meio-campista Marcos Assunção, destaque no triunfo alviverde diante do Bahia, tentou ‘esquecer’ seus rivais, dizendo que o Palmeiras não pode pensar na situação deles no Brasileiro. Para o camisa 20, o importante é apenas projetar mais vitórias para o Verdão.

‘Não vamos pensar em tirar nada de ninguém, vamos entrar em campo para fazer o nosso melhor e conseguir a vitória. Se o que fizermos vai tirar a Libertadores [do São Paulo] ou título [do Corinthians] de alguém, nós iremos examinar depois’, afirmou.

O lateral Cicinho, por outro lado, demonstra já pensar no encontro com o Corinthians. Embora o técnico Felipão tenha concordado com a ideia do diretor de marketing do Timão, Luiz Paulo Rosemberg, de que o alviverde entregasse a faixa de campeão ao alvinegro para demonstrar o bom clima entre os dois clubes, o camisa 2 avisou: não participará de uma possível comemoração corintiana.

‘Eu não entrego [a faixa de campeão]. Para rival não’, completou o jogador, que promete torcer para o Vasco neste fim de Brasileirão.

Com 46 pontos ganhos, o Palmeiras está na 12colocação do Brasileiro e, após livrar-se do rebaixamento, está perto, também, de assegurar uma vaga na Copa Sul-americana.

Agora, a primeira oportunidade do time de Felipão atrapalhar seus rivais acontecerá neste domingo, quando enfrentará o São Paulo, que está a um ponto do grupo de classificação para a Libertadores, no Pacaembu. A despedida do Brasileirão acontecerá no domingo seguinte, dia 4 de dezembro, contra o líder Corinthians.