Clique e assine a partir de 9,90/mês

Assembleia aprova volta das bandeiras com mastro em São Paulo

Por Da Redação - 24 ago 2011, 21h40

O projeto de lei que permite o uso de bandeiras com mastro nos estádios paulistas foi aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo nesta quarta-feira, com uma ampla diferença: 90 votos favoráveis contra apenas dois contrários. A proposta foi elaborada pelo deputado Ênio Tatto (PT).

O governador Geraldo Alckmin precisa sancionar o projeto para que a lei entre em vigor. O prazo para a sanção é de 15 dias, enquanto a lei tem 180 dias para começar a valer. Caso o governador opte por vetar a decisão, será realizada nova votação na Assembleia.

A utilização das bandeiras será regulamentada e apenas as torcidas organizadas poderão portá-las. Os torcedores responsáveis pelos acessórios deverão ser previamente cadastrados pela Federação Paulista de Futebol (FPF) ou pela Polícia Militar, sendo que podem ser designados duas pessoas para cada objeto. O uso por terceiros é proibido.

O uso de bandeiras com mastro – membros de torcidas organizadas se referem a elas como ‘bambus’ – está proibido há 16 anos, como forma de conter a violência. A preocupação ainda existe: caso a lei realmente entre em vigor, torcedores que utilizarem os mastros como arma poderão ser suspensos de um a cinco anos, assim como a torcida organizada a que pertencem.

Publicidade