Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

ASA-AL confirma condição de melhor mandante e vence Bragantino por 2 a 1

Por Da Redação 20 ago 2011, 17h58

Assim como tem sido ao longo da competição, o ASA-AL fez valer o mando de campo e derrotou o Bragantino por 2 a 1, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca. Superior durante toda a partida, o time alagoano construiu o placar ainda no primeiro tempo, com gols de Raul e Alexsandro.Romarinho descontou para os visitantes, já aos 44 da etapa final.

Com o resultado, além de confirmar a condição de melhor mandante da Série B até então (com oito vitórias e um empate dentro de seus domínios), o ASA subiu na tabela e, agora, com 27 pontos, está a apenas um do G-4. O Bragantino, por outro lado, manteve os 21 pontos e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento.

A equipe de Bragança tentará a recuperação no próximo sábado, em casa, contra o Paraná. No mesmo dia o ASA vai até Salvador enfrentar o Vitória, querendo acabar com o estigma de pior visitante da competição (são sete derrotas e dois empates fora de Alagoas).

O jogo – Disposto a apagar o vexame da última rodada, quando perdeu para o lanterna Duque de Caxias, o ASA começou a partida marcando a saída de bola do Bragantino e apostando em rápidos contra-ataques e jogadas pelas laterais.

Aos nove minutos de jogo, os anfitriões tiveram a primeira chance de abrir o placar, com Reinaldo Alagoano. O atacante recebeu livre no meio da área, tentou driblar o goleiro, mas adiantou demais e a bola saiu pela linha de fundo.

Depois foi a vez de Emerson assustar, ao cruzar fechado pela esquerda. A superioridade do ASA era traduzida em números. Com 20 minutos de partida, os alagoanos tinham 70% de posse de bola, contra apenas 30% dos paulistas.

E a equipe de Arapiraca foi recompensada aos 35 minutos, quando Didira cruzou pela esquerda e achou Raul, que desviou para abrir o placar. O gol animou a torcida, que empurrou o time para o segundo: aos 44, Alexsandro avançou pela direita, invadiu a área e chutou na saída de Gilvan.

No segundo tempo o ritmo do jogo caiu. Com o resultado nas mãos, o ASA optou por fazer faltas e truncar o duelo. Mesmo assim, a equipe continuou sendo mais perigosa que os visitantes. Aos 12 minutos, em escanteio cobrado pela direita, Toninho cabeceou rente ao gol de Gilvan.

A partida ficou ainda mais difícil para o Bragantino, quando o atacante Otacílio Neto cometeu falta em Cal, recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo, aos 25 minutos da etapa final. Mesmo assim, a equipe conseguiu diminuir, aos 44, com Romarinho, que invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado para o fundo do gol.

Continua após a publicidade
Publicidade