Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ary Graça ganha apoio de mais 11 federações para eleição da FIVB

Candidato à presidência da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), Ary Graça vem angariando apoio para a eleição que ocorre em setembro, nos Estados Unidos. Durante o 65Congresso da Confederação Sul-americana de Voleibol (CSV), da qual é mandatário, ele ganhou o assentimento de 11 presidentes das federações afiliadas à CSV.

Ary Graça, que também comanda a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), condicionou o apoio ao atual momento do esporte no continente. Ele lembrou que em 2011, a CSV bateu um recorde ao realizar dez eventos de quadra e 11 de praia, além da participação em outros 12 torneio no exterior.

‘O ano de 2011 foi muito importante para a CSV. O continente recebeu três dos quatro campeonatos mundiais das categorias de base. E nós conseguimos realizar eventos com o mais alto nível de qualidade e organização’, afirmou Ary Graça, que ainda comentou sobre o surgimento de dois novos torneios.

‘A Confederação Sul-Americana inovou e criou dois eventos que foram realizados pela primeira vez: os campeonatos sul-americanos infantis, para atletas com menos de 16 anos. O feminino foi realizado no Uruguai e o masculino no Equador. E não foram poucos os elogios que recebemos dos treinadores que estiveram nessas competições’, garantiu. O Brasil ficou com o título em ambas as categorias.

Ary Graça anunciou a candidatura para presidir a FIVB no período de 2012-2016 em dezembro, e já à época recebeu o apoio de quatro das cinco Confederações Continentais, que formam a FIVB. Saleh Bin Nasser, da Arábia Saudita, Amr Elwani, do Egito, Cristobal Marte Hoffiz, da República Dominicana, que presidem as Confederações da Ásia, da África e da Norceca, respectivamente, concordaram com a decisão do brasileiro.