Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Arouca prevê jogo ‘super difícil’ para Santos na quinta

Por AE

Santos – Embora o Santos precise apenas de uma vitória por 1 a 0 para se garantir nas quartas de final da Copa Libertadores, o volante Arouca afirmou nesta terça-feira que esperapor um duelo complicado diante do Bolívar na próxima quinta, às 19h30, na Vila Belmiro, na partida de volta do mata-mata da competição continental.

O jogador, porém, mostrou confiança na classificação santista e admitiu que o clube está próximo de conquistar o tricampeonato paulista no próximo domingo, depois de ter vencido o jogo de ida da final estadual por 3 a 0, no Morumbi.

“Não dá para mentir e falar que não foi um ótimo resultado contra o Guarani. Nos deixou com a mão na taça. Mas temos pela frente um jogo super difícil, contra um adversário que virá recuado e com um poder de marcação muito forte”, ressaltou Arouca, em entrevista coletiva.

O volante ainda ressaltou a importância de o Santos garantir a sua vitória diante do Bolívar apenas jogando futebol e não entrando no clima de guerra vivido na partida de ida das oitavas de final, em La Paz, onde os torcedores bolivianos atiraram objetos dentro do gramado e Neymar chegou a ser atingido na cabeça por uma fruta antes de bater um escanteio.

“Foi um caso lamentável. Ficamos bem chateados, até porque não houve nenhuma punição. Mas vamos jogar, vencer e nos classificar. Espero que o comportamento dos nossos torcedores seja o mesmo de sempre: incentivando do começo ao fim e nos ajudando”, completou Arouca.

E a preocupação de Arouca em relação ao jogo de quinta não é para menos, já que o time sofreu para derrotar o The Strongest, também da Bolívia, no último jogo da fase de grupos desta Libertadores, após ter sido derrotado pelo mesmo placar de 2 a 1 em La Paz em sua estreia nesta edição da competição. Na ocasião, também na Vila Belmiro, a equipe santista só foi garantir a vitória por 2 a 0 nos minutos finais, com gols de Alan Kardec e Neymar.

“Já tivemos um exemplo como este contra o The Strongest, que explorou bem a altitude em casa e jogou recuado aqui. Ainda acho o Bolívar superior, mas acredito que (os jogadores) também terão a mesma marcação forte, já que têm o placar na mão. Precisamos pôr a bola no chão e fazer nosso jogo para buscar a classificação”, receitou.