Clique e assine a partir de 9,90/mês

Argel pede calma ao Figueirense, mas já manda benzer as traves

Por Da Redação - Atualizado em 19 jul 2016, 13h34 - Publicado em 9 jul 2012, 16h43

O momento do Figueirense nesta edição do Campeonato Brasileiro não é dos melhores. Com apenas oito pontos conquistados nas primeiras oito rodadas da competição, o técnico Argel vê a proximidade da zona de rebaixamento (apenas um ponto separa a equipe catarinense e o Bahia, primeiro time na degola), pede calma ao elenco, mas, ao mesmo tempo, já estuda ter que mandar ‘benzer as traves do Orlando Scarpelli’.

A equipe obteve apenas uma vitória na competição – 2 a 1 diante do Náutico, na estreia -, e desde então lamentou cinco empates e duas derrotas, marcando dois gols em três partidas em Florianópolis. No último domingo, o empate por 1 a 1 diante do Vasco chateou a torcida que marcou presença no Orlando Scarpelli para acompanhar a apresentação do uruguaio Loco Abreu, mas não chegou a irritar Argel, que comemorou só aquela vitória na abertura da competição.’Fomos ofensivos e valentes contra um grande adversário que era o Vasco. Mas agora é ganhar e para isso precisa de calma, tranquilidade. Temos que rezar um pouco mais, vou mandar benzer as traves, porque está difícil a bola entrar. Tem que manter os pés no chão, não adianta se desesperar’, discursou o treinador logo após o empate por 1 a 1.

Depois do empate, o grupo ganhou folga na segunda-feira, mas já retoma a rotina de treinos na terça, às 9 horas (de Brasília), no CFT Cambirela. O próximo desafio do Figueirense será no sábado, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, às 18h30 (de Brasília). O adversário, dentro do Orlando Scarpelli, é o Atlético-MG, líder da competição.

Publicidade