Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Após virada, Mancini cobra mais atenção no Cruzeiro

Por Da Redação 16 abr 2012, 09h36

Por AE

Nova Serrana – O Cruzeiro encerrou a fase de classificação do Campeonato Mineiro com vitória por 3 a 2 sobre o Uberaba, no domingo, mas a atuação em Nova Serrana desagradou a Vágner Mancini. O treinador reclamou da falta de atenção da equipe, que chegou a estar perdendo por 2 a 0 e só marcou o gol do seu triunfo aos 46 minutos do segundo tempo, com Wellington Paulista.

“O time iniciou o jogo muito sonolento, deu chances ao Uberaba, para que chegasse a frente. Tomamos o segundo em um lance até esquisito e aí nossa equipe passou a jogar futebol nos últimos 25 minutos de jogo, diminui, chegou ao empate e virou em um lance muito bem-feito, bonito, do Marcelo Oliveira, e espero que isso dê uma sacudida. Mas a equipe estava muito modificada, esperávamos uma certa dificuldade, mas essa dificuldade ficou muito acentuada em função do péssimo dinamismo da nossa equipe dentro de campo”, disse.

Apesar da reclamação, Mancini aprovou o desempenho de jogadores que vinham sendo pouco utilizados, como Thiago Carvalho e Amaral. Diante do Uberaba, o treinador não contou com Montillo, suspenso, Leo, Diego Renan e Walter, contundidos, além de ter deixado Leandro Guerreiro e Wallyson no banco de reservas.

“Mexemos na estrutura da equipe porque muitos atletas estavam cansados, alguns até saíram em função de lesões. Agora, a gente pode dizer que o saldo foi amplamente positivo. Alcançamos mais uma vitória, mesmo com a equipe mexida. E os atletas que entraram mostraram que podem ser úteis”, afirmou.

Segundo colocado na primeira fase do Campeonato Mineiro, com 28 pontos, o Cruzeiro vai enfrentar o América nas semifinais do estadual, a partir do próximo fim de semana. Na quarta-feira, em Sete Lagoas, a equipe recebe a Chapecoense, pela segunda fase da Copa do Brasil. Em Santa Catarina, as equipes empataram por 1 a 1.

Continua após a publicidade

Publicidade