Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Após morte de Wheldon, etapa de Las Vegas é excluída do calendário

Por Da Redação 9 dez 2011, 09h13

Apesar de ter assinado um contrato de três anos com Las Vegas, a Fórmula Indy decidiu excluir do calendário a pista que foi o local da morte do britânico Dan Wheldon, durante a última etapa do campeonato do ano passado. O acidente que o vitimou envolveu 15 dos 34 carros presentes no circuito.

‘Eu senti que precisamos dar um tempo mais amplo à nossa equipe técnica para realizar um teste completo no Las Vegas Motor Speedway, uma vez que nós completamos nossa investigação sobre o acidente’, explicou o presidente da categoria, Randy Bernard.

O circuito de Las Vegas pertence ao empresário Bruton Smith, que também administra Atlanta, Bristol, Sonoma, Kentucky, Charlotte, New Hampshire e Texas. Antes da exclusão ser concretizada, ele esperava que o contrato fosse cumprido.

‘Temos mais dois anos no contrato e espero que Randy honre o acordo. Eu gosto muito do Randy, mas ele ouve muitas pessoas. Ele está ouvindo pessoas que não sabem coisa nenhuma sobre circuitos e não há motivo no mundo para que eles não voltem a Las Vegas e ao Texas ano que vem’, afirmou.

Em 16 de outubro, Dan Wheldon corria pela Sam Schmidt como convidado e já estava acertado para ser titular da Andretti na temporada seguinte. Foi envolvido no grave acidente da pista californiana e levado ao hospital ainda vivo, mas não resistiu aos ferimentos. Ele entrou na categoria em 2002, foi campeão em 2005 e venceu duas etapas das 500 Milhas de Indianápolis, inclusive a deste ano.

Continua após a publicidade

Publicidade