Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Após goleada, Luxemburgo minimiza ausência de Kléber

Por Da Redação 30 mar 2012, 12h27

Por AE

Porto Alegre – A boa atuação exibida na vitória por 4 a 0 sobre o Avenida, na noite da última quinta-feira, no Olímpico, garantiu a classificação antecipada do Grêmio às quartas de final do segundo turno do Campeonato Gaúcho e rendeu elogios do técnico Vanderlei Luxemburgo, que aproveitou para minimizar a importância da ausência do atacante Kléber. O jogador fraturou o tornozelo direito no último final de semana e ficará até cinco meses sem poder defender a equipe.

“Continuo achando que o Kléber vai fazer falta, mas para mim essa discussão acabou. Falei para os jogadores que cada um de nós deve pegar um pouquinho do (espírito guerreiro do) Kléber e colocar para dentro. O Grêmio não para e a vida continua. A lesão pertence a jogador de futebol e o Grêmio não vai deixar de brigar pelo campeonato por causa da lesão do Kléber”, ressaltou o treinador.

Luxemburgo enfatizou também que agora não adianta lamentar a ausência do atacante, principal reforço gremista para esta temporada, e adotou um discurso otimista ao falar dos objetivos do clube. “O Grêmio continua forte. Vamos torcer para o Kléber ter uma recuperação rápida, para que ele possa voltar e ajudar a gente lá na frente, mas no momento eu esqueço ele e penso na formação do time que tenho no momento”, completou, em entrevista coletiva.

O comandante também evitou lamentar a fratura no nariz sofrida na última quinta-feira à noite pelo volante/zagueiro Gilberto Silva, que, segundo previsão do departamento médico do Grêmio, poderá desfalcar o time por até três semanas. O treinador espera que o jogador possa atuar com uma mascara de proteção no local e assim deixar se tornar outro desfalque de peso para os próximos jogos.

“Essa coisa de lesão você tem muitas possibilidades de proteger, assim como na NBA usam proteção (para o rosto dos atletas). Temos de fazer de tudo para contar com o os jogadores, a não ser que não tenha chance nenhuma de jogar. Vamos tentar colocar uma máscara nele e deixá-lo um pouco mais feinho para que ele possa nos ajudar”, disse Luxemburgo, em tom de brincadeira, apostando no poder de superação do atleta.

Já o atacante Marcelo Moreno, autor de dois dos quatro gols do Grêmio na vitória sobre o Avenida, ressaltou que o triunfo foi dedicado a Kléber. “A gente sabe que o Kléber é um jogador muito importante para o time, representa muito para nós, e a gente queria dedicar essa vitória a ele. E graças a Deus tive oportunidades e pude convertê-las em gols”, disse o jogador, para depois admitir: “Nunca tinha feito um gol de meia-bicicleta como o que fiz hoje (quinta), ainda mais de canhota”.

Continua após a publicidade
Publicidade