Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após fazer quatro gols, Criciúma leva susto, mas vence Bragantino

O Criciúma se encaminhava para mais uma vitória tranquila, assim como havia sido na estreia, mas acabou sofrendo um susto com os dois gols do Bragantino. A reação do adversário já no fim do segundo tempo, contudo, não impediu o Tigre de conquistar sua segunda vitória na Série B, agora por 4 a 3, em São Paulo.

O resultado colocou o Tigre na liderança da Série B, com a mesma pontuação do América-MG, únicos invictos. Na próxima rodada, o Criciúma recebe o Vitória, enquanto o Bragantino tenta a recuperação fora de casa, diante do ainda zerado São Caetano.

Apesar do placar elástico, as ações foram equilibradas no primeiro tempo do duelo no Nabi Abi Chedid. Ambas as equipes começaram a todo vapor, proporcionando oito chances claras de gols antes dos 25 minutos de jogo. De tanto insistir, o Criciúma abriu o marcador pouco depois, quando Marlon recebeu passe preciso de Zé Carlos e empurrou para as redes.

Aqueles que deixaram o Sul do país rumo ao interior paulista comemoraram por pouco tempo. Seis minutos mais tarde, Romarinho fez boa jogada individual e cruzou para Andrezinho, que contou com uma falha do goleiro Douglas Leite para finalizar e empatar a partida. Antes do intervalo, o jovem com nome de craque e eleito revelação do Campeonato Paulista arriscou uma bomba obrigando o arqueiro adversário a trabalhar.

E na etapa final foi a vez do ataque do Tigre trabalhar. Logo aos oito minutos, Zé Carlos fez outro grande passe, mas para Gilmar, que aproveitou para deixar a equipe novamente à frente no placar. As comemorações catarinenses aumentaram quando Lucca arriscou um chute cruzado da entrada da área e viu a bola morrer no fundo da rede.

Ao ensaiar uma recuperação montando uma blitz na área adversária, o Bragantino deu espaço para o Criciúma, que não desperdiçou e marcou o quarto gol com Marlon. A goleada parecia estar definida, mas os anfitriões encontraram força para reagir e balançar a rede duas vezes, primeiro com Cezinha e depois com Caldeira.

A partida, então, esquentou, e ambas as equipes foram ao ataque em busca de uma definição. Ao árbitro, restou mostrar o cartão amarelo aos nervosos Diego Felipe, Leo Jaime e Zé Carlos, além de apitar o fim da partida depois de quatro minutos de acréscimo.