Clique e assine a partir de 9,90/mês

Após encerrar as conversas com Tevez, Milan descarta mudanças no ataque

Por Da Redação - 13 jan 2012, 10h26

A permanência de Alexandre Pato no Milan definitivamente frustrou os planos que a diretoria italiana tinha para esta temporada. O vice de futebol da equipe rossonera, Adriano Galliani, que estava em Manchester para acertar a vinda de Tevez, descartou a contratação do argentino de uma vez e reafirmou que o ataque milanês não sofrerá mudanças até o término do Campeonato Nacional.

O dirigente confirmou que as duas negociações estavam ligadas e que a negativa de Pato dada ao Paris Saint-Germain acabou inviabilizando a vinda do polêmico atleta sul-americano. Segundo o dirigente, a esperança da comissão técnica e da própria diretoria é depositada na recuperação do atacante Cassano, que sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) no ano passado e está se recuperando para retornar ao time italiano.

‘Nosso ataque irá continuar como está. Tudo começou com o problema do Cassano e, se não fosse por isso, não teríamos feito nada. Nós esperamos que ele possa se recuperar e ser a nossa grande contratação’, afirmou Galliani.

Com a retirada da proposta apresentada ao Manchester City, o Milan abriu espaço para que a Inter de Milão e o próprio Paris Saint-Germain façam uma oferta para tirar Carlitos Tevez da Inglaterra. Homem de poucas palavras, o vice de futebol rossonero não se importou com um possível acerto do argentino com uma das duas equipes e revelou que sua equipe não irá impor qualquer obstáculo nas negociações entre as partes interessadas na transação.

‘Pato decidiu ficar, então Tevez não virá. Os dois negócios estavam conectados, se um jogador não sai, o outro não irá chegar. Eu também não estou torcendo por nenhum clube. Eu sei o que está acontecendo, mas manterei isso comigo. Além disso, eu não comento sobre nada que envolve a Inter’, finalizou o dirigente italiano.

Continua após a publicidade
Publicidade