Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após derrota para o Sport, Vitória pega Ponte para seguir na briga pelo acesso

A goleada sofrida pelo Sport afastou o Vitória da briga por uma vaga para a elite do futebol nacional. Para continuar sonhando com o acesso, o rubro-negro prepara-se para enfrentar a Ponte Preta, vice-líder da Série B. O jogo, marcado para esta terça-feira, às 20h30 (de Brasília), no Barradão, é visto como decisivo no time baiano.

A sete pontos exatamente do Sport, atual quarto colocado, o time do Vitória sabe que outro resultado ruim pode acabar com a possibilidade do Leão jogar na Série A em 2012. ‘Faltou atitude de um time que quer subir, de time grande. Contra a Ponte Preta, é vencer ou vencer. Ou então termina para a gente’, bradou o volante Uellinton.

Para complicar ainda mais a vida de Vagner Benazzi, o comandante do Vitória não poderá contar com os volantes Preto, que sofre com uma lesão no tornozelo, e Neto Coruja, que voltou a sentir dores na coxa e foi vetado pelo departamento médico para o duelo com a Macaca.

Além disso, o goleiro Fernando recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Sport, e terá que cumprir suspensão automática diante da Ponte. Assim, Douglas terá a responsabilidade de assumir a meta rubro-negra.

Por outro lado, o volante Zé Luís, que estava suspenso na última rodada, está à disposição, e deve assumir a posição de titular, no lugar do lesionado Preto. Entre os relacionados para o duelo, Benazzi terá o volante Charles, recém-contratado junto ao Paysandu, além dos meias Lúcio Flávio e Xuxa e o atacante Rychely, que não pegaram o Sport.

Após bater o Duque de Caxias no sábado, a Macaca teve pouco tempo para se preparar para o duelo com o Vitória. Ainda assim, o time espera conseguir voltar para Campinas com mais três pontos na conta.

‘Temos pouco tempo de trabalho, então vamos ficar bem focados, ver com quem está bom para atuar lá e ir para cima do Vitória. Será uma partida difícil, é hora de canalizarmos nossas energias, nos superarmos e voltarmos para Campinas com pontos na mala’, afirmou o técnico Gilson Kleina.

O triunfo sobre o time carioca, que marcou o 50jogo de Gilson Kleina à frente da Macaca, foi conquistado com muita dificuldade, já que a equipe de Campinas teve dois jogadores expulsos. Assim, o zagueiro Wellington e o atacante Lúcio Flávio, que receberam o cartão vermelho na última rodada, estão fora do jogo com o rubro-negro baiano. O goleiro Júlio César, que recebeu o terceiro cartão amarelo, também está suspenso e não joga.

Na lateral, Patric, recém-contratado junto ao Atlético-MG, deverá fazer sua estreia no time campineiro, já que Guilherme sente dores no tornozelo e está entregue ao departamento médico, assim como Wendel. Renato Cajá, por sua vez, foi liberado, mas deve voltar ao time apenas na sexta-feira, contra o Salgueiro, em jogo que deve marcar, também, a estreia do meia Caio na equipe.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA X PONTE PRETA

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA)

Data: dia 27 de setembro de 2011, terça-feira

Horário: 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)

Assistentes: João Coelho de Albuquerque e Wendel de Paiva Gouvea (ambos do RJ)

VITÓRIA: Douglas; Nino, Alison, Maurício e Felipe; Zé Luís, Uelliton, Fernandinho e Geovanni; Marquinhos e Neto Baiano

Técnico: Vágner Benazzi

PONTE PRETA: Bruno; Patric, Wescley, Ferrón e João Paulo; Mancuso (Márcio Diogo), João Paulo Silva, Xaves e Renatinho; Ricardinho e Ricardo Jesus

Técnico: Gilson Kleina