Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Após derrota para o Grêmio, Muricy admite foco do Santos no Mundial

Por Da Redação - 6 out 2011, 11h24

Ao ser derrotado pelo Grêmio, na noite desta quarta-feira, no Estádio Olímpico, o Santos se manteve na 13posição do Campeonato Brasileiro, com 35 pontos, 15 a menos em relação ao líder Vasco. Por isso, e levando em conta a proximidade da reta final da competição, o técnico Muricy Ramalho praticamente admitiu que o seu time não tem mais chances de brigar pelo título nacional. O treinador reconheceu que o foco maior do Peixe está no Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão.

Apesar disso, Muricy cobrou uma melhora da equipe no Brasileirão para que os santistas cheguem preparados adequadamente e focados ao Mundial. ‘Estamos pensando muito no fim do ano, porque é o nosso grande objetivo, mas temos que melhorar no Brasileiro. Não tem como. O Internacional (em 2006) e o São Paulo (em 2005) foram assim também. Só que precisamos melhorar para chegarmos com confiança no fim do ano, caso contrário nós não teremos chances’, afirmou.

O comandante alvinegro também reconheceu que o time enfrentou muitas dificuldades no campeonato nacional e, em parte, a falta de um planejamento melhor para o segundo semestre atrapalhou as pretensões do clube no Brasileirão.

Segundo Muricy Ramalho, as atenções ficaram muito concentradas na conquista do título da Copa Libertadores da América. ‘O time não se preparou para o Brasileiro. A gente se preparou para o Paulistão, que era a primeira competição do ano, e a Libertadores, o grande objetivo da temporada. Fomos com tudo nesses torneios. E, quando você não se prepara, até engatar de novo no Brasileiro é complicado. Ainda mais depois da final da Libertadores quando perdemos cinco jogadores, entre seleção principal e sub-20. Isso tira o foco’, concluiu.

Publicidade