Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Após cirurgia, Giba diz que foco é voltar para Olimpíada

Por Da Redação 14 fev 2012, 14h12

Por AE

Rio – Um dos principais nomes do vôlei brasileiro na última década e capitão da seleção masculina, o ponteiro Giba passou pela primeira cirurgia da carreira na última segunda-feira. Nesta terça, ele concedeu entrevista coletiva, ainda na clínica em realizou a operação, no Rio, e afirmou que pensa prioritariamente em estar pronto para jogar a Olimpíada. Mesmo assim, pretende apressar a sua recuperação para jogar a fase final da Superliga pela Cimed.

“O foco é Londres, a Superliga está muito em cima. Acredito que se não fosse ano olímpico, eu faria o tratamento convencional. Mas vamos ver como vou me recuperar. Se eu estiver apto para jogar em dois meses e poder ajudar a Cimed nos playoffs, seja com um saque ou com uma recepção, vou ajudar. Não terei medo porque uma vez estando em quadra, o receio será zero”, disse Giba.

O jogador campeão mundial e olímpico com a seleção brasileira colocou uma haste de titânio dentro da tíbia da perna esquerda para tratar um princípio de fratura por estresse na canela. Ele já anda de mulatas e a previsão é de que retorne às quadras em até três meses. “Tem uma dor bastante grande devido ao trauma que a operação traz, tem de colocar parafusos, tudo mais. Mas isso é normal, faz parte da recuperação. Estou sendo muito bem cuidado”, afirmou.

“Cada fase vai durar um tempo. Devo levar de duas a três semanas para deixar de andar de muletas, mas algum tempo para fisioterapia, algo em torno de um mês para voltar a treinar e cuidar da parte física. Não vou fazer esforços desnecessários, mas se der para retornar logo, vou querer fazer”, disse Giba.

A primeira fase da Superliga Masculina de Vôlei acaba no dia 10 de março. A partir daí começam os mata-matas, que vão até 14 de abril. Logo depois a seleção brasileira será convocada, uma vez que a Liga Mundial começa no dia 18 de maio e vai até 8 de julho. O torneio olímpico de vôlei terá início em 29 de julho.

Continua após a publicidade

Publicidade