Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após cirurgia bem sucedida, Giba deve retomar treinos em dois meses

O ponteiro Giba passou por cirurgia para tratar de um princípio de fratura por estresse na canela esquerda na manhã desta segunda-feira. De acordo com a assessoria de imprensa da Cimed/Sky, time defendido pelo jogador, a operação foi bem sucedida e o atleta deve retomar os treinamentos dentro de dois meses.

O processo, com cerca de duas horas de duração, serviu para colocar uma haste de titânio dentro do osso. De acordo com Ney Pecegueiro, médico da Seleção Brasileira e responsável pela cirurgia, realizada no Rio de Janeiro, tudo aconteceu conforme o esperado.

‘Essa haste é presa com parafusos e imobiliza o osso por dentro. Ela entra por cima do joelho e vai até o tornozelo. Fixa o osso de cima até embaixo. Com isso, a tíbia fica 100% e a fratura consolida, acelerando um pouquinho a volta aos treinamentos. A gente espera que, desta forma, o problema esteja resolvido’, disse Pecegueiro.

Segundo o médico da Seleção Brasileira, o jogador não precisará esperar o osso colar totalmente para retomar os treinamentos, já que há fixação com a haste. Antes de pensar na volta de Giba, Pecegueiro lembra que existe um processo de recuperação para os primeiros dias depois da cirurgia.

‘Ele deve ficar de duas a três semanas com o auxílio de muletas, com carga parcial. Em torno de três semanas, fazemos novos controles de radiografia. Conforme for, já passamos a intensificar o trabalho’, afirmou Pecegueiro. Nesta terça-feira, ao lado do médico, o jogador já concede entrevista coletiva para falar de sua recuperação.