Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Alonso lidera e Massa é sexto no primeiro treino livre em Mônaco

Por Da Redação 24 Maio 2012, 08h07

O espanhol Fernando Alonso (Ferrari) liderou o primeiro treino livre para o Grande Prêmio de Mônaco. Como manda a tradição em Monte Carlo, as atividades foram iniciadas nesta quinta-feira, um dia antes do normal. Melhor brasileiro na atividade, Felipe Massa (Ferrari) ficou na sexta posição.

Ganhador da etapa de Mônaco nas temporadas de 2006 e 2007, Alonso, um dos atuais líderes do campeonato ao lado do alemão Sebastian Vettel (Red Bull), teve alto rendimento desde o começo dos trabalhos no Principado e cravou 1min16s265 na melhor de suas 22 voltas.

Em um sinal de que a Lotus pode brigar pelas primeiras posições novamente, o francês Romain Grosjean chegou a liderar a tabela de tempos em alguns momentos e terminou em segundo com 1min16s630. O mexicano Sergio Perez (Sauber) completou o grupo dos três primeiros ao fazer 1min16s711.

Superado pelo britânico Lewis Hamilton (McLaren), o venezuelano Pastor Maldonado (Williams), ganhador da última etapa do Mundial, ficou na quinta colocação. Após reclamar do comportamento de seu carro, Felipe Massa terminou as atividades no sexto posto.

Sebastian Vettel ficou apenas na nona colocação, atrás do japonês Kamui Kobayashi e do britânico Jenson Button (McLaren). Já o australiano Mark Webber, companheiro do alemão na Red Bull, terminou o primeiro treino livre em uma inexpressiva 13posição.

O brasileiro Bruno Senna participou do começo dos trabalhos em Mônaco, já que não precisou ceder seu carro ao finlandês Valtteri Bottas, piloto reserva da Williams. Em uma performance discreta, o companheiro de equipe de Pastor Maldonado ficou no 17lugar.

O finlandês Kimi Raikkonen, com problemas técnicos, foi o único que não registrou tempo no primeiro treino livre em Monte Carlo. Piloto que mais andou, o australiano Daniel Ricciardo (Toro Rosso) completou um total de 28 voltas e terminou no 15posto.

A sessão que marcou o início dos trabalhos em Mônaco foi prejudicada por uma falha mecânica da Caterham de Heikki Kovalainen. A nove minutos do final do treino, o carro piloto pelo finlandês ficou parado no saída do túnel e, em seguida, a direção decidiu encerrar os trabalhos.

Continua após a publicidade
Publicidade