Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Almagro acha nunca será convocado para a Davis

O espanhol Nicolas Almagro reclamou que dificilmente voltará a ser convocado para a seleção espanhola da Copa Davis. O décimo tenista do mundo não esteve presente na final da Copa Davis, em Sevilha, vencida pela Espanha, mas garantiu que este não é o motivo da sua revolta.

Em seu blog pessoal, afirmou que tem um bom relacionamento com todos os jogadores do seu país e com o técnico Albert Costa, mas que sua confiança vem sendo minada nos últimos anos por ter sido marginalizado do time espanhol.

‘Tenho sérias dúvidas de que eu poderia ser convocado mesmo se os 400 melhores jogadores espanhóis renunciassem ao chamado’, disparou, no seu Twitter.

Almagro defendeu seu país apenas três vezes. Sua estreia foi em 2008, ganhando dois jogos contra o Peru. Em 2010, perdeu de Stanislas Wawrinka, mas ganhou de Marco Chiudinelli no duelo com a Suíça. Depois, foi derrotado por Gilles Simon, quando a disputa já estava decidida a favor dos franceses. Ele reconhece que não deveria ter sido chamado para a final contra a Argentina, no último final de semana.

‘David Ferrer e Rafa Nadal são indiscutivelmente os dois melhores jogadores do mundo nesta superfície (saibro). Para jogar as duplas, seria melhor chamar um júnior do que eu’, explicou.

Almagro admite que fez uma temporada acima da média e acha difícil repeti-la. Ele prevê que vai cair no ranking em 2012, e isso deve complicar uma futura convocação, mesmo que Nadal e Ferrer não se coloquem à disposição. Ele foi campeão no ATP 250 do Brasil, de Buenos Aires, e Nice, e finalista no ATP 500 de Acapulco e Hamburgo.