Clique e assine a partir de 9,90/mês

Alex Silva quer estar bem fisicamente para ser titular contra o Vasco

Por Da Redação - 24 ago 2011, 15h30

Provável titular nesta quarta-feira, quando o Flamengo enfrentará o Atlético-PR, pela Sul-americana, o zagueiro Alex Silva é mais um que está focado no clássico do próximo fim de semana, contra o Vasco. O jogador espera começar jogando contra o Furacão para adquirir maior ritmo de jogo e poder ser titular contra os vascaínos no domingo.

Alex Silva fez dois jogos pelo Rubro-Negro até o momento. O jogador estreou na derrota de 4 a 1 para o Atlético-GO e começou como titular na última rodada do Brasileiro, quando o Flamengo empatou em 2 a 2 com o Internacional. Sem ainda ter vencido em seu novo clube, o zagueiro acredita que seu desempenho dentro de campo está evoluindo, o que poderá garantir sua titularidade absoluta nos próximos jogos da equipe.

‘Ainda não sei se vou jogar, mas estou me colocando a disposição do professor Luxemburgo. Na primeira partida estava mais travado. Na segunda, um pouco mais solto e fui melhor. Se eu jogar os 90 minutos na quarta, acredito que vou estar 100% contra o Vasco’, afirmou o zagueiro.

Além disso, o jogador também comentou sobre a partida diante dos paranaenses. Apesar de ter a vantagem de jogar pelo empate, Alex Silva não quer ver a equipe administrando o resultado com base no regulamento. Com vasta experiência em torneios internacionais, o zagueiro mostrou que o Flamengo buscará a vitória contra o Furacão durante todo o jogo.

Continua após a publicidade

‘A vantagem não é muito grande, pois estamos jogando fora de casa. Mas não deixa de ser uma vantagem. Porém, de qualquer forma vamos ter de jogar atacando o tempo todo. Não podemos mudar a maneira de jogar. Vamos dar sequência ao nosso trabalho, já que temos time para disputar bem as duas competições’, analisou Alex Silva.

Ambas as equipes entrarão em campo com times mistos, às 21h50 (de Brasília). O vencedor deste duelo se classificará para as oitavas de final do torneio continental e enfrentará quem sair vitorioso do confronto entre Universidad de Chile e Nacional, do Uruguai.

Publicidade