Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Alckmin sanciona lei de identificação de torcedores, mas veta bandeiras

Por Da Redação 12 out 2011, 17h04

Em divulgação através do Diário Oficial do Estado, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, tomou uma decisão sobre futuras ações relacionadas aos estádios de futebol. Foi sancionada a parte da lei 14.590 que prevê a identificação de torcedores na compra de ingressos. Todavia, a presença de bandeiras nos estádios foi vetada.

A lei é de autoria do deputado estadual Ênio Tato (PT) e foi aprovada em votação na Assembleia no dia 24 de agosto. A parte sancionada por Alckmin entra em vigor em 30 dias.

Na questão da identificação, torcedores que cometerem delitos podem ser multados ou até punidos com cinco anos sem frequentar estádios. Já os clubes que não cumprirem a lei na venda das entradas podem ser penalizados em cem vezes ao valor do ingresso mais caro disponível nas bilheterias.

Por outro lado, Geraldo Alckmin interpretou que as bandeiras afetariam a segurança dos eventos esportivos. Os objetos – utilizados sobretudo por torcidas organizadas no futebol – estão vetados em São Paulo desde 1995.

Responsável pela lei, Ênio Tato considera que as bandeiras trazem mais emoção aos jogos. A proposta entrou no plenário da Câmara Estadual devido a uma representação da Confederação Nacional das Torcidas Organizadas.

Continua após a publicidade

Publicidade