Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Al-Sadd vence Kashiwa nos pênaltis e é 3º no Mundial

Por AE

Yokohama – O Al-Sadd conquistou neste domingo a terceira colocação do Mundial de Clubes, que está sendo realizado no Japão. Goleado pelo Barcelona nas semifinais da competição, o time do Catar superou o Kashiwa Reysol, do Japão, por 5 a 3 na disputa de pênaltis, após empate por 0 a 0 no tempo regulamentar, para garantir o terceiro lugar.

O Kashiwa Reysol foi superior na partida e teve três excelentes oportunidades para abrir o placar no primeiro tempo, mas parou no goleiro Mohamed Saqr. Além disso, acertou a trave em uma finalização de Junya Tanaka. Já o Al-Sadd apostou nos contra-ataques na etapa inicial, principalmente com Kader Keita, que deu trabalho ao goleiro Takanori Sugeno.

A etapa final foi menos movimentada, mas teve o controle total do Kashiwa Reysol, que não pôde contar com o meia brasileiro Leandro Domingues, suspenso. O time japonês, porém, não conseguiu furar a retranca do Al-Sadd e, assim, a definição do terceiro lugar do Mundial de Clubes saiu apenas na disputa de pênaltis.

O goleiro Mohamed se tornou o herói do Al-Sadd ao defender uma cobrança de Hayashi. O time do Catar converteu os seus cinco pênaltis, sendo o quinto com Belhadj, e garantiu a terceira colocação do Mundial de Clubes com o triunfo por 5 a 3.

Ficha técnica:

Kashiwa Reysol 0 x 0 Al-Sadd (3 x 5 nos pênaltis)

Kashiwa Reysol – Sugeno; Sakai, Kondo, Masushima e Hashimoto; Otani, Mizuno, Jorge Wagner e Barada; Kitajima (Hayashi) e Tanaka (Sawa). Técnico: Nelsinho Baptista.

Al-Sadd – Mohamed Saqr; Ibrahim Addulmajed, Abdulla Koni, Lee Jung e Nadir Belhadj; Mesaad Al Hamad, Ibrahim Khalfan (Ali Afif), Wesam Abdulmajed e Mohammed Al Yazidi (Hasan Al Haydos); Mamadou Niang e Kader Keita. Técnico: Jorge Fossati.

Disputa de pênaltis – Jorge Wagner, Sawa e Otani marcaram para o Kashiwa Reysol e Mamadou Niang, Kader Keita, Ibrahim Abdulmajed, Al Haydos e Nadir Belhadj marcaram para o Al-Sadd.

Árbitro – Noumandiez Doue (Costa do Marfim)

Público – 60.527 espectadores.

Local – Local – Estádio Internacional, em Yokohama (Japão).