Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ainda sem explicar 5 a 0, tricolores garantem motivação extra no domingo

Em junho de 2011, Corinthians e São Paulo duelaram pela primeira vez depois do centésimo gol marcado por Rogério Ceni diante do principal adversário no Paulistão, com vitória por 2 a 1. No estádio do Pacaembu, já pelo Brasileiro, o Tricolor não viu a cor da bola e foi goleado por 5 a 0, gols marcados por Danilo, Jorge Henrique e Liedson (três vezes).

Neste domingo, às 17 horas (de Brasília), os dois voltam a se cruzar pela sétima rodada do Campeonato Paulista de 2012 e o São Paulo vem com a missão fixa de ?se vingar’ e garantir a liderança do Estadual. De olho no objetivo, o time de Emerson Leão irá até mesmo se concentrar por dois dias no refúgio do Centro de Formação de Atletas de Cotia.

Na visão do meio-campista Jadson, que foi substituído no intervalo do empate contra o Comercial, nesta quinta-feira, e estreia em clássicos no domingo, o Tricolor não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória: ‘Até pela rivalidade, acho que o São Paulo precisa da vitória, mas não é só por isso. Precisamos crescer na classificação porque a liderança está nas nossas mãos, vamos entrar para defender a liderança’.

Com 14 pontos conquistados, o São Paulo é líder do Campeonato Paulista, condição garantida nos critérios de desempate, já que Palmeiras e Corinthians somam o mesmo número, mas seguem na vice-liderança e na terceira colocação, respectivamente.

‘A gente tem um empate e uma derrota feia contra o Corinthians nos últimos jogos e agora vamos querer vencer. Todo mundo entra mais motivado, porque é uma responsabilidade, um jogo difícil. Não joguei o jogo do 5 a 0, mas acredito que perdemos por conta da expulsão (de Carlinhos Paraíba) quando ainda estava empatado. Já não é fácil, ainda mais com um a menos e os jovens que estavam começando’, explicou o zagueiro Rhodolfo, que ainda finalizou: ‘Vamos ter alguns estreantes no clássico, mas temos totais chances de vencer e ganhar o título’.