Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Agente quer valorização para Lucas seguir no São Paulo

Por Paulo Galdieri

São Paulo – Wagner Ribeiro cobrou do São Paulo um tratamento para Lucas igual ao que Neymar tem recebido do Santos. O empresário, que agencia a carreira dos dois jogadores, afirmou nesta quinta-feira que para manter a sua maior revelação o clube precisará traçar um plano de carreira e de marketing para o meia.

“Semana passada eu conversei com o Juvenal Juvêncio e levei para ele o interesse do Chelsea, do Milan e da Inter de Milão. O Juvenal disse que só vende pelo valor da multa, o que é impraticável. Então, o Lucas fica até agosto. Mas quero que o São Paulo faça exatamente o que o Santos está fazendo pelo Neymar. O São Paulo tem de fazer uma blindagem no Lucas”, disse o empresário.

A multa de Lucas para uma transferência para a Europa é de 80 milhões de euros (aproximadamente R$ 200 milhões). Wagner Ribeiro afirmou que por enquanto o jogador não tem interesse em ir para a Europa e que, ao contrário da opinião que tinha no caso de Neymar, ele apoia a decisão do são-paulino. “Ele disse que está feliz no São Paulo, quer ficar”.

Mas o empresário cobra do presidente Juvenal Juvêncio uma ação para que o meia ganhe o mesmo o que potencialmente ganharia atuando por um clube europeu. “Espero que o Juvenal me ouça e faça isso. E que me deixe trabalhar para viabilizar isso”.

A permanência de Lucas até a Olimpíada de Londres será vantajosa para o jogador e para Wagner Ribeiro. Lucas tem 30% de seus direitos econômicos (os outros 70% pertencem ao clube tricolor) e na metade do ano que vem a sua fatia no bolo aumentará para 40% – o que significará mais dinheiro para ele e também para o seu procurador. Essa divisão foi estabelecida no contrato feito depois que o garoto se destacou na seleção brasileira Sub-20.