Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Advocaat vai deixar seleção russa após Eurocopa

Por Da Redação 30 abr 2012, 12h28

Por AE-AP

Moscou – O técnico Dick Advocaat disse nesta segunda-feira que não vai renovar o seu contrato e deixará a seleção russa após a disputa da Eurocopa. Em abril de 2010, o treinador assinou um acordo por dois anos com o objetivo de classificar a equipe para o torneio continental deste ano, o que foi alcançado.

“Após a Eurocopa, eu vou sair”, disse Advocaat ao jornal Sport-Express. “Eu não posso te dizer o motivo ainda, mas, sabendo sobre todas as especulações, eu vou dizer agora, não é sobre o dinheiro”.

Advocaat sucedeu o também holandês Guus Hiddink, que levou a Rússia às semifinais da Eurocopa de 2008, mas não se classificou para a Copa do Mundo. Em dois anos sob o comando de Advocaat, a Rússia venceu 10 partidas, empatou cinco e perdeu três.

A equipe venceu o Grupo B das Eliminatórias da Eurocopa e vai estrear no torneio contra a República Checa, em duelo válido pelo Grupo A, no dia 8 de junho. Polônia e Grécia completam a chave.

A Rússia vai enfrentar o Uruguai, a Letônia e a Itália em amistosos de preparação antes de ir para Wroclaw, na Polônia, para a sua estreia na Eurocopa. “Eu não disse aos jogadores ainda. Tenho certeza que esta notícia não vai influenciar na nossa preparação para a Eurocopa”, disse.

Com Advocaat, a Holanda foi semifinalista da Eurocopa de 2004 e avançou até as quartas de final da Copa do Mundo de 1994. Ele foi o primeiro treinador estrangeiro a conquistar um título na Rússia. Em 2007, o holandês venceu o Campeonato Russo com o Zenit. No ano seguinte, faturou a Copa da Uefa – atual Liga Europa – pelo clube.

Continua após a publicidade
Publicidade